Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Escola militar em Criciúma é pauta de conversa entre Moisés e Jessé

Segundo o deputado, decreto de Eduardo Moreira definia a unidade em Laguna
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 26/04/2019 - 10:20
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Enquanto o martelo não é batido, mais um passo foi dado em relação a instalação de uma escola militar em Criciúma. O deputado Jessé Lopes (PSL) esteve reunido com o governador Carlos Moisés (PSL), tratando sobre a pauta. Em entrevista ao Jornal das Nove, o deputado disse que não revelaria os nomes das possíveis escolas ocupadas para evitar polêmica.

“Ela depende de vários fatores. Ontem pude conversar com o governador, para levar algumas situações. A escola militar vai ser avaliada de uma forma muito técnica, de acordo com os investimentos feitos em escolas. A primeira análise que ele vai fazer é se o investimento feito nelas estará dentro dos 25% necessários”, afirmou.

A escola é para alunos a partir da 6ª série, sendo esta uma das principais bandeiras levantadas por Jessé desde a campanha. Pensa que uma unidade do tipo ajudaria em questões de segurança. Segundo ele, o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni está verificando qual a melhor opção de local.

“Tem ainda um decreto do Eduardo Moreira, indicando que a escola militar deveria ser em Laguna. Nas outras regiões, a escola militar fica na cidade polo, menos aqui na região. Então o governador ficou de analisar o decreto, não para tirar de Laguna, mas para trazer a Criciúma também”, destacou.

Os recursos para manter essa nova escola seriam oferecidos pela Polícia Militar. Acredita ainda que haveria uma fila de interessados nas vagas. “Eu já visitei algumas e sei da qualidade, tem uma fila imensa de pais querendo colocar os filhos na escola militar. É um prazer e uma honra ter uma escola dessas em Criciúma”, concluiu.

Confira a entrevista na íntegra: