Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em visita ao Sul, Paulinha fala sobre relação com Moisés e ICMS

Deputada em primeiro mandato, ela acredita que tem aprendido muito na Alesc
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 16/08/2019 - 08:30Atualizado em 16/08/2019 - 08:34

A deputada estadual Paulinha (PDT) esteve no Programa Adelor Lessa nesta sexta-feira, 16, onde falou sobre os incentivos fiscais para os produtos agrícolas e sobre a sua relação com o governador Carlos Moisés (PSL). Acredita que para aumentar a cobrança de ICMS é necessário que o mesmo seja feito nos estados vizinhos. 

“Há uma tendência, para que no Confaz, em abril do ano que vem se tenha um recuo nos incentivos para os defensivos, ai tudo bem, porque não se perde a competividade”, o Confaz é o Conselho Nacional de Política Fazendária. Citou ainda que é preciso evitar alguns riscos, para não perder espaço no mercado dos produtos agrícolas.

A deputada acredita que a quantidade de agrotóxicos e outros produtos utilizados nas lavouras tem níveis pouco maiores do que na Europa. Pensa que o governador Moisés tem boas intensões relacionadas com os produtos rurais, mas quando as decisões são tomadas em nome do Estado, é preciso pensar bem, evitando a desvalorização do produto local.

“A questão ideológica precisa ser debatida. Em primeiro lugar é preciso fazer uma separação, não é a gente político que vai decidir se pode ou não pode. E tem que ser uma decisão regional, envolvendo Paraná e Rio Grande do Sul, que são nossos concorrentes”, disse Paulinha, se referindo aos impostos sobre produtos rurais.

Relação com o governador

“Eu não posso me queixar. Eu não tenho nenhum problema para conversar com ele. Ele tem um jeito próprio de ser, mais recolhido. Quando estamos juntos são conversas agradáveis e de alto nível. O intermédio não é feito pelo gabinete dele, então quando o secretário é bom, é uma maravilha e quando arranha complica”, afirmou.

Da prefeitura para a Alesc

Paulinha foi prefeita por dois mandatos em Bombinhas e faz seis meses que é deputada na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). “No começo foi difícil para essa mocinha que gosta de tomar conta do planeta. Eu tô adorando, a gente se encontra com novas pessoas. O parlamento ele nos doutrina, faz aprender e passar muita raiva”, concluiu a deputada.

Viagem ao Sul

A agenda de Paulinha conta com visitas em Imbituba, Criciúma, Içara, Araranguá e Balneário Gaivota. O objetivo é agradecer os votos que recebeu nas eleições do ano passado. Fará reuniões com vereadores, prefeitos e secretários municipais. Ela vai visitar a Unesc e o IFSC de Araranguá.

Tags: paulinha