Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em estudo, o quartel dos bombeiros na Avenida Centenário

Audiência Pública foi marcada a fim de discutir a viabilidade da mudança de local
Por Vanessa Amando Criciúma, SC, 27/02/2019 - 06:15
Foto: Daniel Búrigo / Arquivo / A Tribuna
Foto: Daniel Búrigo / Arquivo / A Tribuna

O Governo de Criciúma lançou um Edital de Audiência Pública para discutir a possível mudança de endereço do quartel do 4º Batalhão de Bombeiros Militares (BBM) na cidade. O encontro será no dia 19 de março, a partir das 19h30, no Salão Ouro Negro, no Paço Municipal. No edital, a Administração cita, ainda, que o objetivo é consultar a população a respeito da viabilidade técnica e ocupacional para a construção da nova sede em um terreno localizado no Centro, na Avenida Centenário, em frente à rodoviária, ao lado do supermercado Angeloni (apenas referência).

Atualmente, o quartel do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), em Criciúma, está sediado na Rua Dolário dos Santos, também no Centro. No entanto, de acordo com o comandante do 4º BBM, tenente coronel Gustavo Campos, que assumiu o comando há cerca de 90 dias, a unidade não atende mais aos anseios da corporação.

“Estamos em uma área 100% residencial e o prédio é muito antigo, de 1973, com algumas limitações e estrutura precária. Além disso, há uma certa dificuldade para chegar até a Avenida Centenário e isso torna o nosso tempo-resposta mais demorado. Essa é uma via que liga toda a cidade e disponibiliza uma faixa exclusiva para o trânsito de viaturas, mas, hoje, estamos instalados longe dela”, pontua o comandante.

Inclusive, foi dele a iniciativa de procurar a prefeitura para tratar sobre a viabilidade da mudança. Além do terreno em frente à rodoviária, o qual, segundo o coronel Gustavo, “é o melhor porque está no coração da cidade, é um ponto estratégico e diminui o tempo de chegada aos hospitais”, um segundo terreno, localizado nas proximidades do Parque Centenário, no bairro Santa Bárbara, cerca de 100 metros distante da Avenida Centenário, também foi apontado pelo comando do Corpo de Bombeiros.

“Pesquisamos alguns terrenos na cidade e apresentamos à prefeitura por ordem de preferência, sendo o mais ideal aquele em frente à rodoviária. Nesse primeiro momento, a Administração Municipal optou por fazer a consulta pública para ver se a comunidade aprova a construção naquele local. Caso seja aprovada, serão feitos estudos ambientais, financeiros, estruturais para atestar a viabilidade. Se for reprovada, esses estudos serão feitos em torno de outros terrenos”, destaca.

O comandante lembra, ainda, que já existe um projeto de reforma para o atual quartel, sendo que os trabalhos custariam cerca de R$ 3 milhões. Porém, mesmo reformada, a sede continuaria limitada e num local com problemas de acessibilidade para a corporação, por isto o interesse maior em construir um novo quartel em outro endereço.

O que diz a Administração Municipal

Conforme o diretor de Patrimônio da Prefeitura de Criciúma, Valmir Benevenuto Luiz, o assunto é de grande relevância e interesse público. Para tanto, toda a população está sendo convocada para a Audiência Pública do próximo dia 19, desde moradores no entorno do terreno em questão até membros da sociedade civil organizada, como Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), entre outras entidades, empreendedores e demais pessoas que acreditam que possam ser beneficiadas ou prejudicadas pela mudança.

Ele reforça que nada está definido até o momento e que a Audiência Pública será a oportunidade para este debate. “Um minuto é bastante quando se trata de salvar vidas. O Executivo Municipal está empenhado em atender à solicitação do comando do Corpo de Bombeiros, mas, claro, sem prejudicar os cidadãos, por isto queremos ouvir eles”, afirma. Vale lembrar, ainda, que o Corpo de Bombeiros Militar é um órgão do Governo de Santa Catarina e a decisão final também cabe ao Estado.