Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“É mais perseguição do que qualquer outra coisa”

Júlio Kaminski diz que recebe notícia de punição com estranhez
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 28/09/2017 - 09:15Atualizado em 28/09/2017 - 09:21

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) anunciou que o vereador Júlio Kaminski pode ser expulso da sigla por não seguir orientações da bancada do partido. O PSDB encaminhou pedido à Comissão de Ética para analisar a postura do vereador. O vereador Kaminiski afirma que recebeu a notícia com estranheza.

“Se você está num partido da Social Democracia, você tem liberdade de se expressar, liberdade de se posicionar. Isso é democracia. Quando você se posiciona praticando a verdade, eu acho que isso não merece punição. Daqui a pouco não estamos tornando os valores das pessoas crimes. É uma brincadeira até de mau gosto por sinal”, declarou o vereador.

Kaminsiki disse que deve estar havendo uma alguma confusão ou uma interpretação errada do que é seriedade. “Vou continuar protegendo o povo de Criciúma. Eles devem rever essa decisão, porque não tem o menor cabimento. Da a impressão que é mais uma perseguição do que qualquer outra coisa”, afirmou.

O vereador exige respeito, pois disse que exerce seu mandato com seriedade. “Isso é democracia, tem que haver respeito. Eu ainda não parei para pensar nisso, não estava considerando a possibilidade, por achar que isso não é razão e nem motivo para uma decisão como essa. Isso é perseguição não é uma coisa partidária”, disse.

Júlio Kaminiski diz que recebeu convites de outros partidos, mas não tem interesse em sair do PSDB.“Eu não vou falar o que vou fazer sem entender a razão dessa decisão”, explicou.