Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Dnit e prefeitos acertam abertura da Serra da Rocinha

Prefeituras de Timbé do Sul e São José dos Ausentes farão cadastro de condutores que precisam usar a BR-285
Denis Luciano
Por Denis Luciano Florianópolis, SC, 17/07/2019 - 18:31Atualizado em 17/07/2019 - 18:38
Divulgação
Divulgação

Avançou para um desfecho positivo o impasse das últimas semanas na divisa entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul pela BR-285. Houve recentemente o anúncio de um cadastro para motoristas autorizados a trafegar pela rodovia no meio das obras de pavimentação da rodovia que liga Timbé do Sul a São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul. Os prefeitos dos dois municípios reuniram-se com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) em Santa Catarina, Ronaldo Barbosa. O encontro ocorreu em Florianópolis.

"Recebemos os prefeitos de Timbé do Sul e São José dos Ausentes. O Dnit busca sempre atender a sociedade local, as pessoas é que vivem e trafegam na rodovia. Quando ocorreu que o pessoal não deixou a equipe da empresa trabalhar na segunda-feira da semana passada apareceu esse problema, de a Serra da Rocinha estar fechada e não ter obra ali", recordou Barbosa. "Fomos a Timbé do Sul para fazer uma liberação ao menos para quem mais precisa trafegar. Fomos, conversamos, mas a gente acreditava que tinha toda a sociedade ali representada. Para surpresa nossa, a sociedade da região não estava totalmente representada, algumas pessoas ficaram de fora dessa liberação", destacou.

Acordo definido

Da reunião desta quarta-feira, 17, foi estabelecido um acordo. "As pessoas que realmente precisam para fazer o cadastro e assinar o devido termo de responsabilidade devem fazer nas duas prefeituras. Não é tanta pessoa assim. Antes de fechar passavam 70 veículos no trecho segundo a empresa, queremos atender a todos, sem fazer injustiça", assinalou o superintendente. "Ficou bem conversado, vão fazer os cadastros, vamos controlar e transitar na Serra da Rocinha com segurança. Não tem problema se for 60, 70, quem precisar trafegar fará o cadastro e a empresa vai controlar", explicou.

Já é sabido, porém, que conforme as obras avançarem, será necessário fechar totalmente a rodovia. Há três quilômetros na parte superior, mais parte da divisa dos estados, onde haverá a colocação de contenções nas encostas. "Aí sim vai ser preciso fechar a serra, mas vai ser avisado", enfatizou.

Nesta quinta-feira, 18, o prefeito de Timbé do Sul vai se reunir com engenheiros do consórcio responsável pelas obras para definir detalhes sobre a forma de cadastramento dos condutores autorizados a trafegar pela BR-285.

Confira também:

 

Reunião vai tratar a liberação da BR-285 na Serra da Rocinha

Dnit libera 50 carros na Serra da Rocinha

Serra da Rocinha liberada ao menos até semana que vem

Contra o cadastro de placas, BR-285 aberta em Timbé

Dnit soube da reabertura da BR-285 pelo rádio