Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

DIC esclarece homicídio culposo em Criciúma

Homem matou o próprio cunhado por asfixia, mas garantiu que não queria chegar a esse extremo
Por Redação Criciúma, SC, 13/06/2019 - 20:02Atualizado em 13/06/2019 - 20:07
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma esclareceu um caso de homicídio culposo registrado no último sábado, 8, no Bairro Santa Luzia. Por volta das 18h, Eduardo Moreira da Silva, de 36 anos, morreu por asfixia após ter sofrido um golpe de "mata leão" desferido por seu cunhado. F.V.S.O., 23 anos.

O autor do golpe fugiu do local. Porém, na segunda-feira, 11, ele atendeu a intimação e compareceu na DIC. Na conversa com os policiais, informou que ele, a vítima e a esposa da vítima (irmã do autor) estavam na casa de Eduardo consumindo cocaína e bebendo desde a véspera. A certa altura, a vítima teve "uma espécie de surto psicótico", como narrou o autor, passando a quebrar objetos dentro da casa e tentou agredir a esposa. Em resposta, o cunhado desferiu o golpe para imobilizar o homem, mas acabou se excedendo. Ele garantiu que em momento algum quis matar o cunhado, de quem era amigo e sócio em uma empreiteira.

A versão do autor foi confirmada pela esposa da vítima, pela mãe da vítima e uma vizinha, caracterizando a ação como homicídio culposo, crime pelo qual o autor F.V.S.O. será indiciado assim que o inquérito policial for concluído. Esse foi o nono homicídio praticado em Criciúma no ano de 2019, dos quais 7 já foram esclarecidos.