Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Depoimento do presidente do Tribunal de Contas deve ser decisivo para a CPI

Documento da Força-Tarefa estava em sigilo e agora será apreciado pela Comissão
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 28/07/2020 - 10:50Atualizado em 28/07/2020 - 10:54
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Mais uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Respiradores ocorre nesta terça-feira, 28. Esta deve ser a última reunião, que irá traçar o futuro do relatório da Comissão. Será apreciado na reunião desta terça-feira os documentos da Operação Oxigênio, realizado pela Força-Tarefa, e que até então estava em sigilo. O relatório apresenta o depoimento do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, que promete ser essencial para finalizar as investigações. 

O documento estava em sigilo até então e ontem foi liberado para o Legislativo. O relator Ivan Naatz ainda não tomou conhecimento do conteúdo, contudo hoje pela manhã já iria apreciar o documento. "Conseguimos as informações ontem de um inquerito da Força Tarefa que estava em segredo. ainda não tive acesso, foi prometido para nós hoje pela manhã. E acho que é o último capítulo. A uma expectativa muito grande do depoimento, sobre conversas entre o governador sobre a compras antecipadas. O conteúdo desta conversa deve ser o fato mais quente deste inquérito", explicou o relator da CPI, deputado Ivan Naatz, ao programa Adelor Lessa na manhã desta terça-feira, 28.

Naatz explicou que os documentos que constam o depoimento de Adircélio, podem apontar indícios do envolvimento do governador nas compras dos respiradores. "Por exemplo, se o governador tomou conhecimento diretamente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que não poderia fazer compras de pagamentos antecipados e não tomou nenhuma porvidência para que isso não acontecesse, ao meu ver, encontra uma responsabilidade do governador, até dolosa", enfatizou.

A reunião da CPI ocorre às 17h desta terça-feira.