Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Definindo candidato a governador, MDB deverá buscar coligações com outros partidos

Presidente estadual da sigla, Celso Maldaner reforça prévias do partido para 15 de agosto
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Florianópolis - SC, 14/06/2021 - 08:57Atualizado em 14/06/2021 - 09:00
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O candidato a governador de Santa Catarina pelo MDB será definido no dia 15 de agosto, em prévias realizadas com todos os filiados do partido no estado. Após isso, a sigla deverá buscar coligações com outros partidos para disputar as eleições de 2022.

De acordo com o presidente estadual do MDB, Celso Maldaner, a especulação de que os três pré-candidatos (Celso, Antídio e Dario) poderiam fechar uma chapa pura entre si não passa de boatos. O político afirma que o nome que concorrerá a majoritária será escolhido pelos filiados, e apenas.

“O que for vencedor [das prévias] e fizer o maior número de votos junto aos filiados será o candidato a governador. Aí depois vamos procurar conversar com outros partidos, ver se há partidos interessados em coligar com o MDB. Faz 12 anos que o MDB não está mais no comando de SC, por isso se decidiu no diretório que o partido será protagonista nas eleições de 2022 ao Governo do Estado”, declarou Celso.

Relação com Moisés 

A relação entre o governador Carlos Moisés da Silva e a bancada da Assembleia, de uma maneira geral, melhorou após o resultado do primeiro processo de impeachment. A situação acendeu um boato nos bastidores de que Moisés poderia procurar outro partido para se filiar, entre eles, MDB ou PP.

Maldaner afirma que não vê problema em ter Moisés dentro do MDB, mas ressalta que o nome que sairá como candidato a governador sairá no dia 15. “Se o Moisés quiser vir para o MDB será bem-vindo, assim como outras lideranças também, que respeitamos os outros partidos”, disse. “Os filiados que querem ser candidatos devem se inscrever até o fim de junho junto ao diretório estadual”, completou.

Ouça a entrevista de Adelor Lessa e Upiara Boschi com o presidente estadual do MDB: