Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Definida a pauta que parlamentares catarinenses levarão a Bolsonaro

Na lista que será entregue ao presidente na quinta-feira consta a BR-285, em Timbé do Sul
Por Redação Brasília, DF, 13/08/2019 - 23:59Atualizado em 14/08/2019 - 07:04
Divulgação
Divulgação

O Fórum Parlamentar Catarinense (FPC) concluiu na noite desta terça-feira, 13, a lista de demandas prioritárias de Santa Catarina que serão apresentadas ao presidente Jair Bolsonaro durante café da manhã com a bancada nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto. Em consenso, deputados e senadores votaram e decidiram que a prioridade é sanar os principais problemas de infraestrutura do Estado. 

“Vamos lembrar o Presidente, que recentemente Santa Catarina lhe proporcionou significativas vitórias: seja em outubro, quando 76% dos votos válidos foram direcionados a ele, seja há alguns dias, quando 94% dos parlamentares catarinenses votaram a favor da Nova Previdência. O que cabe a nós, catarinenses, está sendo feito. Chegou a hora de o Governo Federal retribuir tal apoio”, concluiu o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado Rogério Peninha Mendonça. 

Do sul, consta o pedido de prioridade para a conclusão da pavimentação da BR-285, na Serra da Rocinha em Timbé do Sul.

Na lista elencada pelo FPC, está:

 

- Agilidade nas obras de duplicação dos lotes já licitados da BR-470 e manutenção da pista no trecho de Indaial ao entroncamento com a BR-116, em São Cristóvão do Sul; 
- A garantia de recursos para as obras de revitalização da BR-282; 
- Celeridade nas obras de duplicação da BR-280, no norte do Estado;
- Verba para a reconstrução da BR-163, no trecho de São Miguel do Oeste a Dionísio Cerqueira, conforme processo licitatório já finalizado; 
- Aporte para conclusão da BR- 285, Serra da Rocinha;
- Fiscalização e a execução orçamentária das obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis;
- Melhoria na infraestrutura dos portos e investimento em aeroportos com foco na aviação regional;
- Aplicação de recursos para manutenção das barragens de contenção de cheias no interior do Estado.