Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Cresce o número de furtos em condomínios no Centro de Criciúma

Bicicletas são as mais procuradas pelos ladrões devido a facilidade em achar receptadores  
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 02/09/2020 - 15:23Atualizado em 02/09/2020 - 15:28
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

Somente na semana passada a 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Criciúma registou três furtos em condomínios localizados no centro da cidade. Segundo o delegado Fernando Pagani Possamai, responsável pela 1ª DP, em uma semana normal o máximo que acontece é uma ocorrência. 

"Ontem entraram pela segunda vez no meu condomínio e furtaram uma bicicleta. Isso está se tornando constante. Sei que tem acontecido em vários prédios", relatou um morador do Centro de Criciúma, que por medo preferiu não se identificar, retrata a realidade vivida por inúmeros moradores da região. 

De acordo com o delegado Fernado Possamai, as bicicletas são os artigos mais procurados pelos ladrões. O motivo está na facilidade em achar receptador. E no caso do furto de ontem, denunciado pelo morador anônimo, a resposta da polícia foi rápida. "Nessa quarta-feira, 2, prendemos a pessoas que comprou a bicicleta furtada na noite de ontem. Ele pagou R$ 200 para uma bicicleta  que custa R$ 4 mil. Quem está comprando tem que desconfiar do preço e pedir nota. Receptação é crime e pode dar de 1 a 4 anos de detenção", afirma o delegado.

Possamai também reforça a necessidade de medidas de segurança por parte de alguns condomínios. "Uma câmera de segurança já inibe o ladrão. Em alguns relatos os bandidos entraram no condomínio, serraram as correntes que prendiam as bicicletas e fugiram com elas. Olha quanto tempo demorou isso. Então algumas medidas de segurança podem evitar que o crime seja praticado", orienta Fernando Pagani Possamai.