Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Covid-19: Nona morte em Criciúma, a terceira na semana

Óbito ocorreu nesta quinta-feira. Vítima foi um paciente de 67 anos com comorbidades
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 28/05/2020 - 14:57Atualizado em 28/05/2020 - 16:09
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

Criciúma alcançou nesta quinta-feira, 28, a marca de nove mortes por Covid-19. O paciente tinha 67 anos, histórico de comorbidades e encontrava-se em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o último dia 10.

Com esse caso, Criciúma segue registrando 100% dos óbitos entre idosos, na faixa dos 60 aos 87 anos. Neste caso, o falecido sofria de hipertensão arterial sistêmica, cardiopatia e problemas neurológicos. A morte foi anunciada há pouco em nota divulgada pela prefeitura:

A Vigilância Epidemiológica informa que o nono óbito com Covid-19 de pacientes de Criciúma registrado no município ocorreu nesta quinta-feira (28). A vítima foi um homem de 67 anos, com histórico de comorbidades (hipertensão arterial sistêmica, cardiopatia e problemas neurológicos), que estava internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 10 de maio.

Terceira morte na semana

Com o caso desta quinta, foram três óbitos por Covid-19 nesta semana em Criciúma. As anteriores, também com vítimas homens, envolveram um paciente de 72 anos falecido no domingo e outro de 73 anos que morreu nesta quarta.

Os registros de vítimas seguem restritos a idosos. O paciente de menos idade que faleceu por coronavírus na cidade tinha 60 anos, e a morte ocorreu no dia 14 de maio. Foi o caso que quebrou uma sequência de quase cinco semanas sem óbitos na cidade, já que a anterior havia sido registrada em 10 de abril. O de idade mais avançada entre os falecidos, um homem de 87 anos, foi vencido pela doença em 7 de abril.

Arte: Beatriz Coan / 4oito

Outro aspecto curioso diz respeito às datas. Os quatro primeiros óbitos ocorreram em um espaço de dez dias em abril, e os cinco posteriores são todos de maio, do dia 14 para cá. Ou seja, Criciúma perdeu cinco pessoas para o Covid-19 entre os dias 14 e 28 de maio, três dessas falecidas nos últimos cinco dias.