Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Coronavírus: Trump diz que não vai fechar os EUA caso ocorra segunda onda

Presidente norte-americano procura mitigar os efeitos da pandemia, mas sem fechamento
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Estados Unidos , 22/05/2020 - 17:55Atualizado em 22/05/2020 - 17:57
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira, 21, que não pretende fechar o país caso uma segunda onda de Covid-19 venha a acontecer, mas que buscará mitigar os efeitos causados pela pandemia. Os EUA é, atualmente o país mais afetado pelo novo coronavírus, com quase 96 mil mortes e mais de 1,6 milhão de casos.

O país deve começar aos poucos o processo de reabertura de atividades - o qual já está acontecendo em lugares menos afetados.“Nós podemos apagar o fogo. Seja uma brasa ou uma chama, nós vamos apagar. Mas não vamos fechar o nosso país”, declarou o presidente. de acordo com a rede NBC. 

Itália

Na Itália, a quantidade de óbitos diários por conta do novo coronavírus segue abaixo de 200. Foram 130 nas últimas 24h, segundo menor índice em dois meses e meio, o que fez com que o país chegasse à 32.616 mortes. 

Apesar disso, o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) afirma que os dados da Defesa Civil são “pouco confiáveis”. A justificativa é de que houveram 156.429 falecimentos entre março e abril na Itália, o que implicaria em um aumento de 46.909 óbitos em relação ao mesmo período do ano passado. Nestes dois meses, 27.938 mortes foram atribuídas ao Covid-19 no país - quase 20 mil a menos em relação ao aumento. 

Tags: coronavírus