Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Consórcios podem ser a solução para romper o federalismo

Governo irá disponibilizar usinas de asfalto para os municípios
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 05/04/2019 - 10:05Atualizado em 05/04/2019 - 10:32
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O governador Carlos Moisés (PSL) esteve reunido com os presidentes das associações de munícipios. O objetivo era avançar na questão da municipalização. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, o prefeito de Tubarão e presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Joares Ponticelli (PP), falou sobre as primeiras medidas que devem ser tomadas pelo governador.

“Ele vem demonstrando um apelo municipalista muito forte e isso é bom. Ele afirmou que compreende que é nos municípios onde as pessoas vivem e se o município vai bem, o Estado vai bem. Ele tem praticado gestos nessa direção, na primeira reunião quando foi definida a burocracia de quem cuida dos convênios”, disse.

Citou a discussão envolvendo os municípios inviáveis, que possuem poucos habitantes. “O Tribunal de Contas promoveu um debate sobre o modelo federalista, que está falido”, comentou. “Não é de uma hora para outra que a União vai dizer que não quer mais os 60% dos tributos que ficam”, completou. 

De acordo com ele, consórcios entre os municípios podem ser um caminho, onde se unem para conquistar um bem comum. Por enquanto o Governo deverá oferecer usinas de asfalto, processo que segue até o fim do ano. “Alguns já tem os consórcios formados e outros ainda não. Depois o Governo vai adquirir as usinas e disponibilizar para os consórcios. Enquanto isso vamos fazer a manutenção em conjunto”, concluiu.

Confira a entrevista na íntegra: