Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Conflito entre pedestres e o espaço comercial no Terminal Central 

Espaço disponível no centro do Terminal é de no máximo 9m²
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 26/11/2019 - 14:48Atualizado em 26/11/2019 - 14:57
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Moradores de Criciúma, que passam diariamente pelo túnel do Terminal Central, convivem com o comércio e as atrações no espaço alternativo que fica no centro do corredor. Via de acesso às escadas do Terminal e as duas saídas do túnel, já passaram por ali bancas de livros, lojas de diversos segmentos e ações de panfletagem. Contudo, recentemente uma empresa de colchões e estofados se instalou no local e chamou a atenção dos pedestres, principalmente pelo espaço ocupado. 

A ação chamou a atenção do pedestre José Floriano Gadonski, pois a empresa disponibilizou na sua gama de produtos colchões e sofás que ocuparam um espaço relevante no cenário. “Não é de hoje que ocorre esse rodízio de empresas e elas ocupam o espaço de passagem dos pedestres. Quando vejo que é algo muito grande eu faço reclamações para a prefeitura e dessa vez me chamou a atenção”, comenta. 

Conforme o síndico do Terminal, Agnaldo Cerilo, o local é um espaço alternativo para as empresas colocarem a disposição os seus serviços. “É feito um contrato temporário, por no máximo 30 dias, e as empresas devem ter um mix que não conflita com os produtos que são ofertados nas lojas e comércios que já têm no Terminal”, explica.  

Referente à empresa de colchões, de acordo com o síndico, ela exagerou na quantidade dos produtos, o que acarretou no grande espaço ocupado. “O espaço disponível para a utilização é de 9m², que corresponde a um espaço de 3mx3m, não atrapalhando a circulação dos pedestres”, comenta. Segundo Cerilo, foi chamada a atenção da empresa de colchões para o espaço que ela estava utilizando.

O contrato firmado com as empresas têm gerado bons retornos para o Terminal. “Esse dinheiro ajuda bastante na manutenção do Terminal. Recentemente utilizamos para pintura, para melhorias nos banheiros e outros reparos”, coloca. 

O próximo estabelecimento que irá oferecer seus produtos no espaço é uma empresa de revistas em quadrinhos.