Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Comece o dia bem informado: manifestação, praias fechadas e eventos

Ciclistas fazem manifestação após mais uma morte; IImbituba fechará as praias no feriadão e retomada do setor de eventos e feiras em debate na Ales
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 29/10/2020 - 06:48Atualizado em 29/10/2020 - 06:50

Mais uma pedalada para protestar em Criciúma - A quarta-feira começou e terminou com os pedais dando o tom em Criciúma. Pela manhã, logo cedo, antes das 7h, uma ciclista foi atropelada por um ônibus na Avenida Universitária, no bairro Santa Luzia. À noite, em sinal de protesto pelo quarto óbito de ciclista nos últimos quatro meses nas ruas de Criciúma, cerca de 200 manifestantes pedalaram oito quilômetros, em ida e volta, da Avenida Centenário até o local do acidente.

Praias fechadas em Imbituba no feriadão - Para evitar cenas como as do feriadão de 12 de outubro na Praia do Rosa, onde muita gente aglomerou, o prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Júnior, assinou novo decreto reforçando medidas restritivas no município. "Notamos algumas exageros no feriadão passado e, temendo que o problema pudesse se repetir, tivemos que tomar essa atitude", afirmou. "Afinal, ainda estamos em uma pandemia e os cuidados seguem necessários", acrescentou. Já houve episódios anteriores de aglomerações na cidade durante a pandemia de Covid-19.

Retomada do setor de eventos e feiras em debate na Alesc - O apoio ao Projeto de Lei (PL) PL 316/2020, de autoria do deputado Jessé Lopes (PSL), que reconhece as feiras e eventos como atividades essenciais em Santa Catarina, a formalização de um pedido de informações sobre os números de óbitos e de casos de coronavírus e a apresentação de um requerimento da sustação de cobranças de taxas de segurança e de saúde de casas de eventos foram os principais encaminhamentos da audiência pública para debater a possibilidade de retorno imediato das atividades do setor de eventos e feiras públicas, realizada nesta terça-feira, 27, pela Comissão de Saúde. O evento virtual apresentou a preocupação de representantes do setor com o aumento de desemprego e a possibilidade de retorno efetivo somente a partir de maio de 2021.