Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Ciro Bottini fala aos lojistas do Sul

Um dos mais conhecidos vendedores do país faz palestra online
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 22/10/2020 - 11:27Atualizado em 22/10/2020 - 11:29
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Vender, vender, vender”. Quem nunca ouviu este slogan de um de uma das pessoas mais conhecidas do mundo das vendas do Brasil. Apresentador de televisão, palestrante e locutor brasileiro, Ciro Bottini, falará ao Sul de Santa Catarina, de forma online, a partir das 19h, da próxima terça-feira, 27. A iniciativa é do Sebrae e das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) da região. 

O tema da palestra é “Como Encantar e Fidelizar Clientes”, e é gratuita. As inscrições podem ser feitas pelo www.sebrae.sc/bottini. 

Ele falou do novo momento do varejo em entrevista ao Programa Adelor Lessa, da Rádio Som Maior. “Mesmo com o distanciamento precisamos continuar vendendo e as pessoas querem continuar comprando. A essência é a mesma. A venda é um processo emocional, de encantamento. O lema do Bottini é ‘vender, vender, vender’, agora como chegar a este objetivo? É encantando os clientes através de nossas habilidades de relacionamento na venda. Através dela você fica mais amigo do cliente, conquista a confiança, consegue gerar mais empatia e se colocar no lugar do cliente, entender as necessidades e oferecer as melhores soluções, esta é a base da venda. O que muda agora, é como atingir este estágio de confiança através do mundo digital. Se tem alguma coisa positiva neste cenário mundial é o legado do digital que já ficou, as empresas entenderam, que é muito importante estar nas redes sociais com conteúdo de qualidade”, falou.

Para Bottini, o mundo digital não elimina o físico, mas sim agrega. “Não é difícil, vai trabalhar a proximidade com os clientes com fotos através do Whatsapp, vídeos, ofertas, comunicação pelo Instagram Facebook, Youtube. A questão é que o vendedor precisa estar perto do cliente e já que neste momento não pode estar perto do cliente fisicamente, nós estamos perto do cliente de maneira digital e esta proximidade faz muita diferença também. Certeza que este contato virtual veio e se consolidou, de maneira forçada, é verdade, e todo mundo entendeu que a mais um, canal de comunicação. Não acredito que vá interferir na loja física porque o contato físico é maravilhoso e uma coisa não excluir a outra. O negócio é conciliar. Quanto mais pontos de contato com os clientes melhor”, pontuou.