Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Casa cheia e muita emoção no show dos Paralamas do Sucesso

Mais de mil pessoas prestigiaram o evento, promovido pela Rádio Som Maior e Farben Tintas
Por Francine Ferreira Criciúma, 11/08/2018 - 08:00Atualizado em 11/08/2018 - 09:40
Daniel Búrigo / A Tribuna
Daniel Búrigo / A Tribuna

Aos 44 anos e fã desde pequeno, o professor Marcos Vinicius Almada Fernandes pôde assistir ao show dos Paralamas do Sucesso pela primeira vez na noite dessa sexta-feira. "A banda fez parte da minha adolescência, já gostava deles desde criança. Fui sempre acompanhando a trajetória e quando soube que iam vir para Criciúma, logo pensei que dessa vez eu não perderia", contou.

Com a presença de mais de mil pessoas, no AM Master Hall, o show proporcionou aos presentes boas horas de resgate ao bom e velho rock brasileiro. "É sempre muito legal vir ao sul catarinense. Ficamos impressionados com o tamanho da casa em que tocamos, e esperamos voltar muitas outras vezes", afirmou o baterista do Paralamas do Sucesso, João Barone.

O evento foi uma promoção da Rádio Som Maior, juntamente com a empresa Farben Tintas, que está comemorando 25 anos de existência.

Para o diretor geral da Rádio Som Maior, jornalista Adelor Lessa, a rádio tem como uma de suas missões proporcionar momentos de entretenimento à sociedade. "Por isso promovemos eventos culturais e shows como esse. Os Paralamas do Sucesso têm tudo a ver com a geração da Som Maior e ainda nos permite fazer uma bela homenagem a uma empresa como a Farben. Com certeza, foi uma noite especial", destacou.

"Foi um show maravilhoso, com a presença de clientes e amigos. É um prêmio chegar até aqui e poder comemorar esses 25 anos com muita música boa", completou o fundador e presidente da Farben Tintas, Jaime Zanatta.

Viés social

O evento ainda possuiu um viés social, uma vez que 200 ingressos foram disponibilizados para a Apae de Içara e o Instituto de Educação Especial Diomício Freitas, de Criciúma. No total, a comercialização dessas entradas rendeu Às duas instituições uma receita de R$ 30 mil, que foi dividida igualmente entre ambas.

“Um show solidário, e quem ganhou o presente fomos nós. Tivemos muita ajuda e conseguimos vender todos os ingressos que recebemos e, com isso, esse valor de R$ 15 mil vem em boa hora. Tudo será revertido para a entidade e investido em diversos projetos que estão aguardando recursos”, garantiu a presidente do Instituto Diomício Freitas, Maria Inês Conti Victor.