Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Carnaval será marcado pela volta do Baile Verde e Branco

Evento será realizado na Sociedade Recreativa União Mineira, na próxima sexta-feira
Por Guilherme Nuernberg Criciúma - SC, 14/02/2020 - 14:48Atualizado em 14/02/2020 - 14:49
Foto: Vitor Netto
Foto: Vitor Netto

Após oito anos o Baile Verde e Branco volta ao calendário de carnaval em Criciúma. Será a 31º edição da festa realizada na Sociedade Recretiva União Mineira. O programa Do Avesso recebeu os organizadores nesta sexta-feira, 14, para relembrar do evento que marcou gerações.

O baile foi criado na época em que a mineração estava no seu auge na região. De acordo com o Claudio Alexandre, o Dj Fusca, organizador do evento deste ano, foi ali que as pessoas tiveram a idéia de criar uma festa onde todas as pessoas iriam com a mesma cor de roupa. "A cidade toda se vestia de verde e branco. No início dos anos 90, para você conseguir uma roupa da cor teria que ir muito cedo nas lojas porque se deixasse para última hora não encontrava mais", relembou Fusca, que foi discotecário residente do União Mineira há mais de 30 anos.

Tradicionalmente, o baile é realizado na sexta-feira e não será diferente neste ano. A expectativa é de que no dia 21 de fevereiro o União Mineira esteja lotado em somente duas cores. A intenção é realizar o baile da mesma forma que era feito no auge, somente com marchinhas, sem outros ritmos musicais. O Verde e Branco até no início dos anos 90 era formado só por marchinhas e sambas antigos.

A partir daí começaram a surgir os primeiros blocos de axé e após o sertanejo, pagode e até funk. Segundo Pedro Apolinário, do grupo Atrás da Banda, sua apresentação será marcada pelas famosas marcinhas de carnaval. "Vamos voltar aos bailes antigos", projetou.

Os ingressos para o Baile Verde e Branco estão a venda na loja Super Atual, no Angeloni, na Backdoor Surf Shop, na Ótica Diniz da avenida Getúlio Vargas, no Posto Chile e em Içara na Mar Aberto Surf Shop ou pelo site minhaentrada.com.br. A entrada individual custa R$ 40. Se for comprado na Super Atual, no Posto Chile ou Ótica Diniz, o ingresso acompanha um copo para ser utilizado na festa.

Também será realizado o baile infantil na terça-feira, 25, a partir das 15h. O ingresso tem o valor de R$ 10 e mais um kg de alimento não perecível. Crianças até 10 anos de idade não pagam.