Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Balneário Gaivota no comando da Amesc

Prefeito Ronaldo da Silva assumiu o comando da entidade, no lugar de Arlindo Rocha
Redação
Por Redação Balneário Gaivota, SC, 16/01/2020 - 09:36Atualizado em 16/01/2020 - 09:44
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A assembleia ordinária com eleição e cerimônia de posse da nova diretoria executiva e conselho fiscal da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc) ocorreu nesta quarta-feira, 15, em Balneário Gaivota. O prefeito anfitrião, Ronaldo Pereira da Silva, assumiu a presidência da associação municipal.

Com apenas uma chapa inscrita, a eleição ocorreu por aclamação. Todos confirmaram a chapa de consenso da diretoria da Amesc para exercício em 2020: como presidente o prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva; de 1º vice-presidente o prefeito de Jacinto Machado, João Batista Mezzari; de 2º vice-presidente o prefeito de Turvo, Tiago Zilli; de 1º secretário o prefeito de Morro Grande, Valdionir Rocha e de 2º secretário o prefeito de Ermo Aldoir Cadorim. O Conselho Fiscal titular ficou composto com o prefeito de Passo de Torres Jonas Gomes de Souza; o prefeito de Arroio do Silva, Juscelino da Silva Guimarães; o prefeito de Santa Rosa do Sul, Nelson Cardoso de Oliveira; o prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso e o prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha. Como Conselho Fiscal suplente estão o prefeito de Praia Grande, Henrique Matos Maciel; o prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira e o prefeito de Timbé do Sul, Roberto Biava.

Segundo o prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, que repassou a presidência da Amesc, o momento foi  de solenidade quase festiva, já que a assembleia ordinária desta quarta trata-se  do momento de final de mandato e início de uma nova gestão. “Agradeço a todos que ajudam a entidade, a qual tem um nome sólido pelo trabalho e história. Cumpre ao longo dos anos a representatividade política do extremo-sul, com as nossas reivindicações de prioridades ou na melhoria dos serviços prestados nos municípios. Justamente nestes termos é que foi conduzida nossa gestão. Primeiramente no melhoramento dos serviços prestados através dos fóruns de secretários que se reuniam mensalmente para troca de informações. Segundo a união dos 15 municípios pelo entendimento da força para avançar nos pleitos junto ao governo estadual e federal. Junto ao governo estadual quero destacar as portas abertas pelo governador Carlos Moisés, e nossos deputados, especialmente o deputado estadual de nossa região, o Zé Milton, como aqueles que não são de nossa região, mas também ajudaram. Na questão federal temos três representatividades que muito tem nos ajudado: Ricardo Guidi que se faz presente, a Geovania de Sá e Daniel Freitas”, observou em seu discurso.

Rocha lembrou que os prefeitos acompanharam a transição nos governos estadual e federal, o que também dificultou na solução das demandas. “Há dois pleitos que não conseguimos finalizar e que me preocupo. Um é a Serra da Rocinha, que mesmo com garantia de recursos e andamento, deixo esta preocupação. O segundo ponto diz respeito a Serra do Faxinal em Praia Grande. Ainda é importante que avance a barragem do Rio do Salto. Porém cito conquistas como a rodovia Jacob Westrup, entre Forquilhinha e Maracajá e a terceira ponte no rio Araranguá. Importante mantermos nossa união, com entendimento, e balizados pela verdade”. Arlindo pontuou agradecimento a equipe que atua na Amesc, assim como a diretoria que o apoiou no período de mandato. “Desejo ao futuro presidente Ronaldo muito êxito e sucesso. Conte com apoio de todos nós”.

O novo presidente da Amesc, prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva, observou as dificuldades de uma eleição, mas devido a união dos prefeitos na associação, esta foi uma eleição tranquila. “Agradeço aos meus colegas, pois sabemos as dificuldades de uma eleição. Esta  é uma mostra desta parceria. Nesta passagem enquanto prefeito, já em segundo mandato, aprendo muito com cada um de meus amigos prefeitos. Nossa associação é forte pela união de todos os 15 membros. Não há embate interno político, nem questão pessoal que se sobreponha. Todas as pautas vem em comum acordo em prol da região. Cito a questão das obras de infraestrutura, as quais vão gerar um fomento importante ao extremo-sul”.

Segundo o novo presidente da Associação dos Municípios, será mantido este trabalho conjunto em sua gestão. “Decidirei em conjunto, assim como meus antecessores faziam. Conversando e discutindo o que é mais rápido e mais bem colocado para que todos ganhem. Nossa associação tem equipe qualificada. Faremos um cronograma, tomaremos decisões regionais referente ao  que é de melhor por nossa região. Pedimos ajuda aos nossos representantes políticos nas esferas estaduais e federais para termos mais crescimento. Há dificuldades em comandar um município, seja grande ou pequeno. Os recursos são escassos e há muitas exigências da população. Lembremos que há direitos, mas sempre há os deveres. O cidadão sempre pode auxiliar no desenvolvimento. Conto com o apoio de todos os prefeitos. Trabalhemos por este fortalecimento do extremo-sul. Nossa região é importante”, completou.