Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Administração Municipal busca novas práticas de negócio para Criciúma

Cidades de Santa Catarina que obtiveram os maiores avanços tecnológicos receberam a visita de representantes municipais
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 02/07/2019 - 16:14Atualizado em 02/07/2019 - 16:16
Divulgação
Divulgação

Em busca de bons exemplos tecnológicos, o coordenador da Casa do Empreendedor, Agenor Brunel, e o Diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Criciúma, Claiton Pacheco Galdino, visitaram as cidades de Tubarão, Joinville, Palhoça, Florianópolis e Itajaí. O objetivo da ação foi para conhecer projetos de desenvolvimento econômico e implantação de tecnologia e inovação nas cidades de Santa Catarina, podendo ser, posteriormente, implantados no município.

Na cidade de Tubarão, o foco foi a forma de utilização do fundo municipal de inovação, por meio de startups voltadas a área da saúde e a iniciativa ‘Geração 2050’, que visa a capacitação de jovens para o ingresso no mercado de trabalho. Em Joinville, foi visitado a Prefeitura Municipal e o Perini Business Park, o qual se trata de um empreendimento privado, com um condomínio industrial com mais de 200.000m². Além disso, dentro do espaço tem o Ágora Tech Park, também privado, que será o centro de inovação de Joinville. “Existe um interesse muito grande do Perini vir para a nossa região e nós estamos em tratativas para que isso possa acontecer”, afirma o diretor. 

Em Florianópolis, foi visitada a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e também o Centro de Inovação. O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, confirmou a vinda de um bolsista da secretaria para contribuir com o desenvolvimento de startups em Criciúma. Também foi visitada a sede do Sebrae, com o intuito de trazer um programa de capacitação de franqueadores existente no Rio Grande do Sul.

Já em Palhoça, a pauta foi a área de incentivos fiscais e novos negócios que fizeram com que a cidade tivesse um crescimento nos últimos anos. Em Itajaí, a empresa Acostamento, que deslocou toda a sua produção de São Paulo para Santa Catarina, com o objetivo de aproveitar o ecossistema e os incentivos fiscais que o Estado oferece. Segundo Claiton, mais de 30 facções aqui da região já foram mapeadas por eles e estão mudando a sua produção para Criciúma. “Nós estabelecemos algumas propostas para desenvolvermos um programa de capacitação para os gestores dessas facções aqui na cidade”, comenta.

De acordo com o diretor, essa experiência é de suma importância. “É muito importante para eu conhecer boas práticas para poder trazê-las pra cá. Saber o que os colegas de outros municípios têm feito para levar o desenvolvimento econômico para as suas cidades. É fundamental para que eu adquira conhecimento e consiga compreender os projetos, adaptá-los e colocá-los em prática”, diz. 

Desde da inauguração da Casa do Empreendedo até maio deste ano 1.088 empresas foram abertas. “Queremos trazer mais empresas pra cá, para melhor desenvolver a nossa cidade, gerando novos empregos e renda”, destaca o coordenador da Casa do Empreendedor.

Feira Expo Franchising

Na semana passada, o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Claiton Pacheco Galdino, esteve na Feira Expo Franchising, em São Paulo. Este evento é a feira de franquias da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o gestor aproveitou para divulgar, entre as redes franqueadoras, a redução da taxa do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) de Criciúma, que caiu para 2%, buscando atrair franqueadoras. 

O evento contou com mais de 500 expositores, sendo 400 franqueadores. “Conversei com os donos das empresas e apresentei o nosso município como uma alternativa para eles expandirem os seus negócios e transferirem as suas sedes para poderem aproveitar essa diferença de impostos que a gente tem. Mantemos uma conversa bastante interessante com vários deles, que vai se desdobrar em oportunidades”, salienta Pacheco.

Também foi realizada uma reunião com a diretoria da ABF, com o intuito de trazer programas de capacitação para empresários para que eles possam transformar os seus negócios em franquias e expandi-los pelo Brasil. Este é o projeto ‘Entendendo o Franchising’, em parceria com a ABF, Sebrae e município de Criciúma. 

Prodec Rio Grande do Sul

O Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec) possui uma diferenciação de Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para a produção de confecções em Santa Catarina. A taxa de ICMS para SC é de 3,18%, enquanto no Rio Grande do Sul é de 18%. Nesse sentido, foram feitas uma seleção de empresas de confecções dessa região que faturam acima de R$ 10 milhões por ano, as quais receberão uma visita do diretor, com a finalidade de discutir a instalação delas no município.