Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
Exclusivo

Ademir Honorato ataca Salvaro sobre derrubada da lei de isenção de IPTU 

Lei que pretendia dar isenção de IPTU aos portadores de doenças crônicas era de autoria de Honorato e foi derrubada ontem
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 05/12/2019 - 08:13Atualizado em 05/12/2019 - 13:25

"Quando ele afirmou que não tinha pessoa pior na face da terra, foi dele mesmo que estava falando", afirmou o vereador Ademir Honorato sobre o prefeito Clésio Salvaro, após derrubada a lei que pretendia dar isenção de IPTU aos portadores de doenças crônicas. A lei foi foi promulgada na terça-feira, 3, pelo presidente em exercicio da Câmara de Vereadores, Pastor Jair Alexandre, e na quarta-feira, 4,  foi derrubada por decisão do Tribunal de Justiça. 

O governo do prefeito Clésio Salvaro protocolou, na quarta-feira, 4, no Tribunal de Justiça uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) para derrubar a lei. Ainda na quarta-feira, a lei já estava suspensa por liminar despachada pelo Tribunal.

De acordo com o vereador, Salvaro diz que ama tanto o seu povo mas não o faz. "É injusto ele afirmar que ele ajuda muito o Hospital São José. O município destina R$ 40 mil para o hospital. O município de Içara manda mais de R$ 200 mil ao mês para o Hospital São Donato", comenta Ademir. 

Conforme o vereador Ademir Honoratto, que foi o autor da proposta,  a lei foi o benefício mais curto da história da cidade. "Dados estátistico apontam que nos últimos 10 meses, passaram pouco mais de três mil com doenças crônicas no Hospital São José, sendo que dessas pessoas 30% eram de Criciúma", comenta. 

Além disso, Honorato pontuou outros dados e ações que o prefeito realiza e beneficia empresas privadas e não a população.