Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Um pouquinho mais...

Letícia Zanini
Por Letícia Zanini 25/01/2018 - 07:00

No mundo corporativo existem palavras que são muito pronunciadas, tais como performance, motivação, engajamento, comprometimento e por aí vai. Quero me ater especificamente a uma delas que, na minha visão, acaba por englobar as demais, a palavra é comprometimento. No dicionário referida palavra tem como significado "ação ou ato de comprometer-se" e como sinônimo, "envolvimento, entrega, responsabilidade".

Você já parou para pensar se é comprometido? Se nunca o fez, pare agora e pense um pouquinho. O que lhe faz ser comprometido, é o que a maioria da média faz?

Imaginem a seguinte situação, você tem na sua casa uma pessoa que trabalha pra você e que cuida dos seus filhos para que você possa trabalhar. Essa profissional recebe uma ligação comunicando que uma pessoa muito especial, seu filho, já adulto, mas seu filho, precisou ser hospitalizado. O que a maioria das pessoas fariam nessa situação? Iriam sair correndo e deixar tudo para trás, certo? Pois essa pessoa não fez isso. E sabem porquê? Porque não havia ninguém naquele momento que pudesse ficar com as crianças, sua responsabilidade. Eu imagino que muitos devem estar julgando essa atitude, ok, eis um direito de todos. Eu, entretanto, olho para essa situação de outra forma, vejo alguém que usou a inteligência emocional, se conectou com outros membros da família que naquele momento poderiam ir até o local e, no momento certo, partiu para estar com seu bem maior. Eu vislumbro outras competências como empatia e capacidade de lidar com adversidades. Isso é se comprometer acima da média. Será que você está disposto a isso?

O importante é compreender que seu comprometimento favorece o aumento ou não de sua imagem como profissional. Alguém comprometido com a carreira é alguém comprometido com seus próprios valores que são supridos pelo engajamento com seu trabalho.

Ah, e quando alguém chamar de puxa-saco aquele ou aquela que faz o que a maioria não faz, lembre-se, provável seja só mais uma caso de comprometimento de alguém que está disposto a fazer um pouquinho acima do que a maioria das pessoas fazem. Para a próxima semana, que tal experimentar esse pouquinho a mais?!

4oito

Deixe seu comentário