Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Nova carreira, por onde começo?

Letícia Zanini
Por Letícia Zanini 10/02/2020 - 18:59Atualizado em 10/02/2020 - 19:03

Inúmeros profissionais têm o desejo de mudar de carreira, alguns por medo desistem e outros seguem em frente mesmo que sem muito planejamento e preparo. Mas os números mostram que cada vez mais pessoas por motivo próprio ou por decisão da empresa, no caso de demissão por exemplo, independente do motivo, a mudança torna-se uma necessidade.
Como começar a promover essa mudança?

Primeiro ponto:
O que realmente precisa mudar?
Se você ainda está trabalhando, pare e observe, o que o incomoda no seu atual trabalho? 
Pode ser que o problema não esteja na carreira em si, nas atividades, pode ser desafeto com alguém ou até mesmo algo apenas com você. 
 

Segundo ponto:
Identificar mercados e nichos que você tenha interesse para que depois possa elencar o que precisa ser aprendido e desenvolvido, e então busque, se possível, alguma experiência na nova área, seja como colaborador pontual, estagiário ou simplesmente voluntário. É uma maneira de criar experiência no novo campo de interesse. 
 

Terceiro ponto:
Trabalhe sua marca pessoal. Todos nós somos uma marca. Desenvolva seus pontos fortes, minimiza suas interferências. Desenhe seus mapas de aprendizados. Lapide a sua marca e mostre seu processo de mudança, inclusive nas redes sociais, neste caso o linkedin. Divida com o máximo de pessoas suas experiências e novas intenções ou aprendizados.

Quarto ponto:
Tenha um planejamento financeiro, o planejamento financeiro vai assegurar que você se sinta mais confiante para as próximas etapas. Aprenda a gerir sua planilha de gastos, eliminando aquilo que é desnecessário no momento.

Quinto ponto:

Invista na sua rede de relacionamentos e crie outras. Além de procurar empresas, busque profissionais do novo mercado de interesse que você admira ou se identifica, troque “figurinhas” com essas pessoas, compartilhando e aprendendo. Participar de associações, eventos e cursos com o objetivo de estabelecer relações produtivas.

Sexto ponto:
Pare de ficar esperando a hora certa, se você esperar, talvez nunca chegue. Para recomeçar uma carreira ou transição, a condição ideal pode se tornar uma inimiga para que você realize algo. Simplesmente comece, entendendo que todo o início tem muitas exigências, skills a serem desenvolvidas, às vezes a cobrança de um valor diferenciado até que você vá ganhando experiência e eventualmente o cenário vá mudando, o placar começa a “virar”.

É fato que toda a mudança precisa de consciência (querer) e planejamento (método) para minimizar futuros arrependimentos.
Todo o processo de mudança precisa de tempo para gerar experiências, aprendizados e nos mostrar se a escolha de fato alimenta nossas expectativas e valores. Como levam tempo, tenha em mente que você vai precisar de disciplina e muitos motivos claros para que sustente os dias que não serão tão fácies. Passado o tempo de plantação é certo, a colheita será frutífera. Pense nisso!

4oito

Deixe seu comentário