Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Indulgências

Por Benito Gorini 16/06/2022 - 18:28 Atualizado em 17/06/2022 - 11:22

Com a prática das indulgências a Igreja Católica amealhou verdadeira fortuna. Os membros das classes abastadas, à beira da morte, doavam seus bens à igreja, convictos de queestavam assegurando o seu lugar no céu. O dinheiro arrecadado, que a princípio serviu a propósitos humanitários e espirituais, como a construção de hospitais e igrejas, acabou se transferindo para as mãos de membros corruptos do clero, que o utilizaram para finalidades escusas. Na Idade Média a importância de uma igreja estava relacionada com as relíquias que os devotos conseguiam obter, nem sempre por meios lícitos. As cidades tinham enorme interesse em possuir relíquias sagradas, muitas de origem duvidosa, com o intuito de atrair os peregrinos. Em Roma conservavam a cabeça de São João na Basílica de San Giovanni in Laterano, sede do papado por 1 milênio. Em uma capela em frente à basílica encontra-se a Escada Santa, os degraus que Jesus teria subido ao ser condenado no palácio de Pôncio Pilatos e transportada a Roma por Santa Helena, mãe do imperador Constantino.

A “Scala Santa”, em Roma

Na basílica de São Pedro, no altar sob o magnífico baldaquino de Bernini, acha-se a tumba do apóstolo, no local onde teria sido crucificado. Em Assis, o corpo de São Francisco, em Pádua, o de Santo Antônio e em Veneza o de São Marcos. Siena conserva a cabeça de Santa Catarina, mas o seu corpo está exposto na igreja dominicana de Santa Maria Sopra Minerva, ao lado do grande pintor Fra Angelico. São Francisco e Santa Catarina são os padroeiros da Itália.

Igreja de Santa Maria Sopra Minerva, construída sobre um templo pagão, com o Elefante de Bernini e o Obelisco della Minerva

Os corpos dos três Reis Magos - roubados pelos alemães de uma igreja de Milão - conferiu tanto prestígio à catedral de Colônia que os reis germânicos, depois de coroados em Aix-la-Chapelle (Aachen em alemão), dirigiam-se à cidade para se ajoelharem em frente à arca dos três Reis. A Sainte-Chapelle, joia do período gótico com seus magníficos vitrais, foi construída pelo rei Luís IX, posteriormente canonizado, para abrigar os “espinhos da coroa de Cristo”. O preço pago pelos espinhos foi maior que o valor gasto na construção da capela. 

A magnífica catedral gótica de Colônia, que guarda a urna do Reis Magos

Os magníficos vitrais da Sainte Chapelle

Eram tantos os fragmentos da cruz de Cristo expostos nas igrejas que “dariam para construir um barco de pequeno porte”, segundo Cesare Marchi, autor do livro “Grandes Pecadores, Grandes Catedrais”.

Os abusos praticados pelo clero acabaram desencadeando a reforma protestante de Lutero, com suas 95 Teses afixadas nas portas da Igreja de Wittenberg. Houve a reação católica, a contra-reforma, deflagrada  pelo Concílio de Trento ( 1545-1563) e a instalação da Inquisição Renascentista, pior que a medieval, por acrescentar os livros à lista de condenados à fogueira (Index Librorum Proibitorum). Mas os protestantes também cometeram crimes. Miguel Servet, que descreveu a Circulação Pulmonar de Sangue, foi condenado por Calvino à morte na fogueira, em Genebra.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito