Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Podcasts

João Barone Os Paralamas do Sucesso (01/08/2018) / 18142

Que Os Paralamas do Sucesso vão tocar em Criciúma no dia 10 todo mundo sabe e para falar sobre o show, o Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, entrevistou o baterista João Barone. Entusiasta da Segunda Guerra Mundial, esse foi um dos temas citados durante a conversa, ele falou também sobre o atual momento da música.

“Essa democratização da produção musical expandiu tudo de uma maneira muito grande. Antes gravar um LP era uma coisa dificílima. Pode filmar qualquer coisa e colocar na internet. Um grãozinho de areia vira uma unanimidade planetária. Fazer sucesso talvez não seja mais o objetivo de muita gente”, disse Barone.

O show em Criciúma deverá mesclar trabalhos de sucesso e também músicas novas. “O grande desafio é fazer isso de uma maneira interessante, é legal quando o público presta atenção, é legal quando o público tá pulando e tira a sandália. É importante para a gente, apresentar uma música nova, mesmo que o público não conheça. Não acho que seja um dilema, é um desafio”, analisou.

Barone é filho de pracinha, que participou dos combates durante a Segunda Guerra Mundial. Já gravou documentários e lançou dois livros sobre o assunto: “A Minha Segunda Guerra”, de 2009 e “1942 - O Brasil e Sua Guerra Quase Desconhecida”, de 2013. Para ele, existe uma clara relação entre a música e o fim deste conflito.

“Aos pouquinhos eu fui relembrando esse assunto, quando eu era pequeno ficava brincando de aviãozinho. O Rock and Roll é meio filho da Segunda Guerra Mundial. Tem esse sacrifício dos caras que iam para a Guerra, o meu pai quando voltou casou com a minha mãe, ele não era militar nem nada, depois tentou seguir sua vida normalmente”, contou Barone.

Programa do Avesso de 01/08/2018 / Gravado em 30/07/2018