Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Podcasts

Walterney Reus e Gilberto Lima (21/03/2018) / 18051

A doutrina espírita tem se expandido pelo mundo inteiro, chegando a mais de 15 milhões de adeptos. O Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, recebeu os advogados e palestrantes espíritas Gilberto Procópio Lima e Walterney Angelo Réus para um papo sobre reencarnação, objetivos de Deus e evolução.

“Tudo está entrelaçado, nós não compreendemos direito. Por exemplo, não sabemos como o reator de energia funciona, e o mecanismo da vida é assim, no movimento espírita não conseguimos ter todas as respostas, mas tudo está entrelaçado, isso é certo”, afirmou Réus.

Segundo eles, o espírito é o que mantém o ser vivo e a alma dá características para ela, diferenciando as personalidades. "O princípio da reencarnação não é que viveu outra vida e nem pensar o que será na próxima", afirmou Lima. Para ele, a proposta do espiritismo é se apropriar do espírito.

O espiritismo foi criado no século XIX por Allan Kardec, a dupla afirmou que existem estudos comprovando suas teorias, mas que nem todos acreditam. "Mesmo havendo estudos, muitos não acreditam. Quando Graham Bell criou o telefone, precisava de outro, mesmo assim não acreditavam", comparou Réus.

A doutrina crê na reencarnação, com a evolução dos espíritos. No “Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec, é indicado que os espíritos podem optar em qual lugar irão reencarnar, escolhendo as provas pelas quais irão passar na nova vida. Uma sessão de psicologia pode fazer a pessoa recordar ações de vidas passas.

Para o espiritismo Jesus é o governador da Terra e o amor é o objetivo universal em todo o Cosmos. A doutrina também indica que todas as pessoas possuem o livre arbítrio para tomar as suas decisões, e gostar ou não de algo ou alguém é decisão exclusiva do ser. “O espiritismo não proíbe nada, só ensina as consequências dos teus atos. Cada um faz de acordo com sua consciência”, disse Lima.