Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

"Vamos cumprir essa decisão, mas não concordamos. Portanto, vamos recorrer”, fala Salvaro

Justiça suspendeu decreto que flexibilizou o uso do item no combate à Covid-19
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 26/10/2021 - 18:51Atualizado em 26/10/2021 - 19:11
Foto: Arquivo/4oito
Foto: Arquivo/4oito

Em nota oficial divulgada no início da noite desta terça-feira, 26, o Governo Municipal de Criciúma diz que irá recorrer da decisão da Justiça que suspendeu o decreto do prefeito Clésio Salvaro que flexibilizou o uso de máscaras na cidade.

O Município cita dados de vacinação e queda no número de casos de Covid-19 para justificar a sua decisão. 

Após a nota, a administração municipal também divulgou texto falando da decisão do judiciário. "Vamos cumprir essa decisão judicial, como sempre fazemos, mas não concordamos com esse posicionamento. Portanto, vamos recorrer”, esclareceu o prefeito Clésio Salvaro.

O Decreto tornava facultativo o uso de máscaras em ambientes externos. Diante da decisão, portanto, o município volta a tornar obrigatório seu uso. A decisão proferida pelo poder judiciário será contestada por meio da Procuradoria Geral do Município.

Confira a Nota Oficial na íntegra:

 

Prefeitura Municipal de Criciúma

O poder judiciário concedeu o pedido de tutela provisória movida pelo Ministério Público, em face do município de Criciúma, que determinou a imediata suspensão dos efeitos do Decreto Municipal número 1532/2021. A deliberação passa a valer imediatamente em todo o município.

O Governo do Município esclarece que VAI RECORRER DA DECISÃO. A definição é feita em concordância com os números apresentados no enfrentamento à pandemia, como:

- mais de 70% do público alvo imunizado (ciclo vacinal completo) contra a Covid-19
- mais de 300 mil doses da vacina aplicadas (primeira e segunda dose, dose única e dose de reforço)
- redução significativa no número de casos ativos
- queda nas internações por Covid-19
- manutenção da fiscalização e atuação das equipes de saúde na contenção do vírus.