Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Unesc e Amrec concretizam o Plano de Desenvolvimento Socioeconômico

Projeto foi assinado pela reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, e pelo presidente da Associação, Ademir Magagnin
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 29/06/2020 - 20:07
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Unesc e os municípios da Amrec (Associação dos Municípios da Região Carbonífera) estão trabalhando juntos pela retomada social e econômica pós-pandemia. A concretização do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico da Região Carbonífera foi assinada na tarde desta segunda-feira, 29, pela reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, e pelo presidente da Associação, Ademir Magagnin.

A proposta, apresentada e aprovada por unanimidade pelos prefeitos anteriormente, idealizará pontos de trabalhado e de atenção, levando em consideração a pandemia de Covid-19 e outros fatores que foram potencializados, ligados à economia, cultura, realidade social e meio ambiente. Inicialmente, a análise dos aspectos levará seis meses.

Conforme Luciane, a assinatura deste convênio se caracteriza como mais uma contribuição da Unesc para o Sul de Santa Catarina. Segundo a reitora, um corpo de pesquisadores qualificado e vinculado ao Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e Inovação da Universidade cuidará deste planejamento. “A atuação da equipe profissional olhará para segmentos da região em franco desenvolvimento e ainda identificará possibilidades para o fortalecimento local. Quando o Plano de Desenvolvimento Socioeconômico da Região Carbonífera estiver em mãos, poderemos buscar investimentos mais assertivos e que continuem ampliando o crescimento do Sul”, evidenciou.  

Para o presidente da Amrec, Ademir Magagnin, este é um momento importante para a recuperação dos municípios. “Entendemos o grande valor desta parceria, principalmente por ser em um momento tão difícil para a economia, que está comprometida. Este Plano abrirá portas, possibilitará trabalhos e mostrará para a sociedade a força dos municípios da Região Carbonífera. Acreditamos que este é o momento certo. Uma resposta para dias incertos. As expectativas são positivas”, afirmou.

Estruturação do Plano de Desenvolvimento

Para o desenvolvimento da iniciativa, a Universidade colocará o corpo técnico e científico da Universidade à disposição dos municípios. Durante o desenvolvimento do estudo, a Instituição vai propor soluções factíveis com base nos dados do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e Inovação da Unesc, que monitora variações nos mais diversos segmentos da sociedade Sul catarinense. Conheça mais sobre o trabalho clicando aqui.

Com os indicadores em mãos, os pesquisadores e representantes dos poderes públicos estabelecerão metas para os diferentes atores dos 12 municípios que compõem a Região Carbonífera. Estruturado em sete fases, o Plano também faz uma reflexão sobre os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. Serão 950 horas de trabalho executadas em 14 semanas não consecutivas.  “O desenvolvimento do Plano olhará para o futuro, estabelecendo a identificação dos principais eixos estratégicos da Amrec para os próximos dez anos. Será um projeto capaz de viabilizar o dimensionamento dos principais objetivos estratégicos, de seu sonho de futuro e as principais bandeiras adotadas pelos municípios”, explica a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Unesc, professora doutora Gisele Coelho Lopes.

Também participaram da reunião os professores que fazem parte do projeto, professora doutora Melissa Watanabe; professor doutorando Thiago Fabris; professora doutora Bianca Bez Batti Dias e o coordenador da Sala dos Municípios, Dorvanil Vieira. 

Ouça mais detalhes no podcast: