Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Últimos detalhes para a Festa da Misericórdia

Programação, que também celebra dois anos de santuário, começa no domingo de Páscoa e segue até o dia 28
Por Bruna Borges Içara, 17/04/2019 - 11:40
Daniel Búrigo / A Tribuna
Daniel Búrigo / A Tribuna

A comunidade católica de toda a região que já está em um momento especial pela chegada da Páscoa, terá ainda outro evento de comoção nos próximos dias. É a Festa da Misericórdia, que começa no dia 21 e vai até 28 de abril no Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, em Içara. O evento comemora, ainda, os dois anos da inauguração do santuário, que estarão completos no dia 23.

Para os dias de festividade, operários trabalham em ritmo acelerado para deixar prontas duas obras: o estacionamento em paver a uma escultura. “São duas mãos com três metros de altura, que ficarão na frente do santuário segurando um grande coração com uma chama apontando para o céu”, explica o reitor do santuário, padre Antonio Vander. 

Já na segunda-feira, dia 22, uma caravana sairá de Lauro Müller com a imagem do Sagrado Coração de Jesus e, na chegada, haverá missa com Dom Rodolfo Luís Weber, arcebispo de Passo Fundo/RS.

“Segunda-feira, todos os prefeitos da Amrec e da Amesc estarão na missa. Todos os 27 municípios confirmaram presença, eu visitei cada um dos gabinetes. Todos os nossos 27 prefeitos são católicos e eles confirmaram presença na missa da segunda-feira, eles estarão presentes com as rainhas das suas cidades”, comenta o reitor. 

Para a quarta-feira à tarde, milhares também são aguardados. “Às 14h vamos ter a missa da terceira idade, com os clubes de mães, e depois vai ter a discoteca da terceira idade. A primeira-dama de Criciúma já me confirmou que temos duas mil pessoas confirmadas, fora os que ainda faltam confirmar”, afirma o padre Vander.

Tratoraço no sábado

Na tarde de sábado, a partir das 15h, a caravana será com veículos diferenciados. “Para a missa com o Dom Paulo (Dom Paulo Antônio de Conto, bispo emérito de Montenegro/RS), vem um tratoraço do Morro Estevão. Tratores enfeitados, estão organizando uma coisa muito bonita, também com os trilheiros”, adianta o reitor.

Agregar as famílias

No último dia de festa, o domingo, a programação será mais extensa. A partir das 8h, 20 caravanas sairão de suas comunidades – 19 de Içara e uma de Criciúma (Quarta Linha) – com direção ao santuário. 

Serão cinco missas durante todo o dia e um almoço. “Vamos ter na missa das 10h uma entrada soleníssima do Coração de Jesus, com mil metros de ferro. Eu quero uma representação para o Coração de Jesus. É algo muito bonito que o povo vai poder visualizar na hora, foram mil metros só de ferro para engrenar tudo o que queríamos”, adianta o padre.

 À noite, às 19h, haverá celebração de encerramento com o padre Antônio Maria. A expectativa é de que aproximadamente 30 mil pessoas visitem o santuário durante os dias de festa. “Mas o objetivo da festa não é arrecadar dinheiro, até porque temos as cinco missas e o almoço, apenas. O nosso objetivo é trazer o povo para rezar, agregar as famílias”, declara o reitor. 

A programação completa da Festa da Misericórdia pode ser encontrada nas redes sociais do santuário. 

Projetos para 2020

O Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus foi inaugurado em 2016 e continua em plena expansão. Durante os dias de festa, outros dois projetos serão lançados com previsão de término para 2020: uma nova loja e o portal de entrada. De acordo com o padre Vander, também há previsão de que no mesmo ano esteja pronto todo o estacionamento em paver.

Ainda no planejamento, mas pendente de confirmação, está uma quarta inauguração que o reitor pretende fazer no próximo ano. “Para o ano que vem eu quero que pela primeira vez toquem os sinos do santuário. Treze sinos, com toda a sinfonia musical, dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, toda a sinfonia. Para o ano que vem eu gostaria que os sinos tocassem”, projeta. 

Para concluir o estacionamento, uma rifa de uma motocicleta está em andamento na comunidade. “O nosso povo aqui é muito generoso, um povo de fé, então R$ 250 mil já conseguimos, mas precisamos de mais R$ 250 mil que pretendemos pagar com o dinheiro da rifa. Tudo aqui foi construído com o dinheiro da fé do povo, pessoas simples, humildes. Muitas vezes recebi meias cheias de níqueis que as pessoas juntaram para ajudar na construção do santuário”, conta. 

O segundo maior

O santuário de Içara é o segundo maior de Santa Catarina, perdendo apenas para o de Santa Paulina, em Nova Trento.  Idealizador da construção do santuário, o padre Antônio Vander hoje, dois anos após a inauguração, vê aproximadamente quatro mil pessoas visitarem o espaço católico todas as semanas. 

“De janeiro para cá eu já conversei com pessoas que vieram de cinco países diferentes. Encontrei, após as missas, fieis da Itália, da Croácia, do Uruguai, do Paraguai e da Argentina”, relata. 

Ainda assim , ele já planeja o momento em que seguirá para um novo desafio. “Já estou preparando o santuário para eu não estar mais aqui daqui a cinco, seis, sete anos. Quero deixar alinhado todo o plano diretor que fizemos para que depois algum padre possa assumir e tocar dali para frente”, afirma.