Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

TSE não aceita recurso contra chapa de Jorginho Mello

A diplomação da chapa acontecerá no dia 18 junto aos demais eleitos por Santa Catarina
Por Francieli Oliveira Criciúma, 27/11/2018 - 22:29Atualizado em 27/11/2018 - 22:32
Ação contestava prazo de filiação do segundo suplente Beto Martins
Ação contestava prazo de filiação do segundo suplente Beto Martins

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negaram por unanimidade o recurso do Ministério Público Eleitoral que contestava o registro de candidatura do segundo suplente de senador Beto Martins (PSDB) e por consequência cassaria a chapa liderada por Jorginho Mello (PR).

A discussão se deu em torno da data de filiação de Beto Martins ao PSDB que, por erro de digitação, datava em 12 de abril de 2018 e não em 6 de janeiro de 2018 como ocorreu. Os ministros seguiram o que já havia sido decidido pelo TRE- SC, que entendeu que as provas apresentadas pelo candidato foram suficientes para provar a filiação dentro do prazo permitido.

A ação também interessava a Lucas Esmeraldino (PSL) que alcançou o terceiro lugar na eleição ao Senado com apenas 18 mil votos de diferença e vislumbrava chegar à vaga em caso de cassação do segundo colocado.

A diplomação da chapa, composta por Jorginho Mello, Ivete Appel da Silveira e Beto Martins, será no dia 18 de dezembro, em Florianópolis, junto com os outros eleitos no pleito de outubro.