Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Tigre está sendo procurado por investidores estrangeiros

Nove grupos já apresentaram interesse em presidir o Criciúma a partir de 2021
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 28/07/2020 - 16:21
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Uma importante reunião do Conselho Deliberativo do Criciúma Esporte Clube ocorreu na noite desta segunda-feira, 28. De forma virtual, a reunião aprovou as contas de 2019, contou com a apreciação das contas de 2020 e foram abordadas as cláusulas da recisão de contrato da GA. Também foram observadas propostas de nove grupos de investidores que tem interesse de presidir o Criciúma a partir de 2021. 

Conforme o presidente do Conselho Deliberativo do Criciúma, Luiz Carlos Alamini, a reunião foi difícil condução, por ser online, mas foi bem satisfatória. "O que a gente espera é todos os tipos de modelos que os investidores tiverem interesse. Nós vamos analisar e vamos levar ao conselho para que ele aprove a melhor proposta. Na reunião, também esclarecemos alguns modelos de sucessos que estão acontecendo no Brasil. Vamos ouvir todos e quem aprova é o conselho. Devemos fazer uma reunião prévia já em setembro com alguns nomes", explicou ao Som Maior Esportes na manhã desta terça-feira, 28. 

Atualmente há grupos tanto do Brasil, como do Rio de Janeiro, como de outros países, como da Rússia, Espanha, Japão e Coreia do Sul interessados no time. Na cidade, o grupo que apresenta certo interesse é o liderado pelo ex-presidente Moacir Fernandes. "O que percebemos é que há pessoas que buscam o Criciúma, entre elas o presidente Moacir. Inclusive o Alexandre Farias sinalizou interesse. O grande questionamento é quando o Jaime vai sair. Ele já apresentou a carta de renúncia, mas falta um posicionamento dele de quando ele vai sair. A partir do momento que o Jaime passar essa posição, as pessoas vão se movimentar mais", comentou o conselheiro do Criciúma, Guto Silva. 

De acordo com informações levantadas pelo repórter do Timaço, Bebel Viera, entre as premissas salientadas para o próximo contrato da empresa que vai presidir a empresa e o clube, estão: o conselho vai pedir a solicitação de participação na venda de jogadores, no aluguel de salas e camarotes do estádio Heliberto Hulse. O conselho também recebeu aval de procurar mais investidores. 

Alexandre Farias coloca projeto presidencialista a disposição do Tigre