Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Taxa de lixo: inicia a entrega dos boletos em Criciúma

Modelo anterior, via faturas de água, incrementou arrecadação em R$ 2 milhões
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 04/11/2019 - 17:01Atualizado em 04/11/2019 - 17:04
Divulgação
Divulgação

Nesta terça-feira, 5, inicia a entrega dos boletos da Taxa de Coleta e Destinação de Resíduos Sólidos (TCDRS), em cota única, para os criciumenses. O pagamento será referente aos meses de setembro a dezembro deste ano, com vencimento para o dia 10 de dezembro. Uma empresa foi contratada e será encarregada da distribuição direta aos moradores em suas residências. A medida foi tomada em virtude da não renovação de contrato entre Governo de Criciúma e Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).    

Este ano, a Administração Municipal aplicará essa nova maneira de encaminhar a taxa do lixo aos criciumenses, sem causar qualquer dificuldade aos munícipes. Até em 2018, a taxa era inclusa no carnê de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), agora o pagamento do tributo está diretamente ligado com a prestação do serviço. Para condomínios será gerado um boleto para cada edificação. A cobrança depende do tamanho do imóvel, localização e frequência da coleta de lixo no local.

"É importante mantermos a continuidade da cobrança da taxa de lixo para os usuários, pois com a interrupção dessa cobrança, o município ficou desprovido de recursos para saldar a dívida que tem com a empresa contratada e a maneira que a gente buscou para solucionar esse problema foi a contratação, de forma emergencial, de uma empresa para fazer a distribuição dos boletos", comentou o presidente do Fundo de Saneamento Básico (Funsab) de Criciúma, Luiz Juventino Selva.

R$ 2 milhões

O modelo antigo, com a cobrança via faturada da água, havia representado um incremento estimado em R$ 2 milhões na arrecadação da coleta de lixo. Confira detalhes clicando aqui.

Informações das residências

Aproveitando a entrega dos boletos aos munícipes, os profissionais da empresa também baterão uma foto da fachada das residências e recolhendo informações, que posteriormente serão fornecidas para o Setor de Cadastro da Prefeitura de Criciúma. Os dados estarão na Consulta Prévia para facilitar a busca dos contribuintes pelos imóveis.