Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Silvia Zanette afirma que a proposta do Senai é contrária à do Bairro

Presidente lembra do serviço prestado pela instituição e que o objetivo é dar qualificação aos jovens
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 29/11/2018 - 12:07Atualizado em 29/11/2018 - 12:10
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Há 40 anos existe um convênio entre o Bairro da Juventude e o Senai. O repasse atual é de R$ 30 mil mensais, mas, a questão deve mudar. O recurso tem sido utilizado para a manutenção da escola profissionalizante. Algumas modificações deverão ser feitas para que o convênio continue existindo. O Senai pede que a verba seja utilizada apenas com jovens que já estão na indústria. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, a presidente do Bairro da Juventude, Silvia Zanette falou sobre o assunto.

“O Bairro em 2019 vai fazer 60 anos de trabalho prestado a toda uma região, trazendo meninos das regiões mais vulneráveis da cidade e de municípios vizinhos. Trazendo para cá e que tenham um curso de verdade, para que depois eles possam ir para dentro da empresa, a proposta do Senai é o inverso, eles tem que ser filhos da indústria, ora, quando entram aqui eles vem justamente buscar uma oportunidade e depois ser colocado dentro da indústria”, afirmou.  

Confira a entrevista na íntegra: