Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Segundo teste confirma morte de empresário por Covid-19 em Criciúma

Resultado do exame traqueal chegou na manhã desta quinta-feira
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 02/04/2020 - 07:32Atualizado em 02/04/2020 - 09:33

Deu positivo para coronavírus o segundo teste do empresário Evaldo Stopassoli, morto na madrugada de quarta-feira, 1º. É a confirmação da primeira vítima por Covid-19 em Criciúma e a terceira em Santa Catarina. O primeiro teste, que saiu no começo da tarde de quarta, havia dado negativo.

O corpo de Evaldo foi cremado ainda na manhã de quarta-feira, em uma cerimônia rápida apenas para a esposa e os filhos, mesmo sem, naquele momento, ter a confirmação laboratorial de Covid-19. De acordo com o presidente da Unimed, Leandro Avany Nunes, todos os sintomas clínicos apontavam para o coronavírus, o que se confirmou no segundo teste.

Evaldo foi internado na última sexta-feira, no hospital da Unimed, com graves problemas respiratórios. "Nos pacientes com tempo de evolução do Evaldo, o exame nasal não tem valor, porque já dá negativo, porque a infecção deixa de ser periférica e passa a ser central. No caso, a recomendação é que se faça a coleta da secreção traqueal, que foi feita nele, e vai sair o resultado amanhã. Deve sair amanhã", disse Leandro na manhã de quarta.

O resultado do segundo exame chegou na manhã desta quinta. "A técnica dos exames é a mesma, mas dependendo da gravidade da doença a gente pode ter o falso negativo. Somos uma empresa séria que lida com famílias. A morte do coronavírus é trágica, o familiar não pode se despedir porque tem o risco muito grande de contaminação. Nas formas mais graves o vírus sai da periferia, da faringe e do nariz, porque já passou muito tempo, 14 a 15 dias. O vírus passa a ser central", detalhou Leandro nesta quinta-feira. 

"Os casos ainda estão só com a gente. Temos 21 pacientes internados, quatro em UTI grave. Pacientes muito graves, sempre com a expectativa de fazer melhor, seguindo os protocolos mundiais, usando hidroxicloroquina e com os médicos preparados", conclui Leandro. "O exame hoje veio positivo, já está com a Vigilância Epidemiológica", confirmou o médico.