Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

São José realiza exame de mamotomia para diagnosticar câncer de mama

Hospital São José é o único na região que realiza o procedimento e possui médicos capacitados para fazer o procedimento
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 18/11/2019 - 12:21Atualizado em 18/11/2019 - 12:36

A mamotomia é um tipo de biópsia para diagnosticar câncer de mama, realizada no ambulatório sem necessidade de internação, guiada por ultrassonografia, mamografia/esterotaxia ou ressonância magnética. O procedimento tem máxima precisão na retirada do material suspeito para análise, já que utiliza um sistema de corte a vácuo, conseguindo desta forma, definir ou não a possibilidade de câncer na mama.

“Quando realizamos o procedimento, fazemos uma anestesia local com uma pequena incisão na pele, por onde entramos com a agulha e guiamos de forma exata por exame de imagem até a lesão de interesse. A grande maioria das pacientes aceita o procedimento de forma tranquila. Ao final do processo, é colocado um clipe para demarcar o local onde foi realizada a biópsia, pois ficará marcado pelo clipe e, assim, poderá ser explorado de forma mais precisa, caso haja necessidade de tratamento ou, se necessário for, analisado de forma minuciosa quando realizado exames de imagens futuros”, aponta o médico radiologista Bruno Wendhausen de Oliveira, afirmando que o procedimento pode ser indicado em pacientes com lesões suspeitas de câncer que aparecem em exames de imagens.

Preparação do exame

Para que a mamotomia possa ser realizada, o médico assistente precisa suspender medicações que contenham antiagregantes plaquetários ou anticoagulantes orais, sete dias antes do procedimento e dois dias após, para que todo processo ocorra de forma adequada. Sendo assim, não deve ser feito o uso de ácido acetil salicílico (Aspirina, AAS, Melhoral, Buferin ou Somalgin), Clopidrogel (Plavix) e Ticlopidina (Ticlid),  e anticoagulantes orais como marevan, coumadin ou varfarin.

O exame dura aproximadamente uma hora e exige que seja levado um acompanhante. É recomendado, também, que seja evitado realizar esforço físico nos dois dias após o procedimento, além de não molhar o curativo durante 24h e aplicar compressas de gelo nas primeiras 24h pós procedimento, para a diminuir a formação de hematomas. Caso a paciente apresente dor, o uso de analgésicos comuns costuma ser suficiente.

Vantagens da mamotomia

Entre as vantagens do procedimento, destaca-se o fato de que raramente será necessário realizar uma biópsia, além de que a retirada da amostra é precisa e ocorre em um único procedimento. Caso as lesões sejam pequenas e benignas, há também a possibiidade de retirada completa através do método.

Pós retirada    

Na mamotomia, após a retirada do material, faz-se a marcação do local com um clipe. Este processo irá auxiliar a terapêutica cirúrgica mais adequada para aquele caso ou para avaliação minuciosa desta região com exames de imagem.

Atualmente na região, somente o Hospital São José conta com essa tecnologia e médicos radiologistas preparados para este procedimento.