Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Rubinho Angelotti quer o futebol catarinense mais forte nos próximos 4 anos

Na presidência desde 2016, inicia nesta sexta-feira o seu primeiro mandato completo
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 12/04/2019 - 08:40
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Rubens Angelotti foi eleito presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF) em agosto de 2018 e irá assumir oficialmente hoje. O mandato segue até o dia 12 de abril de 2023. Rubinho assumiu inicialmente em 6 de dezembro de 2016, após a morte do presidente Delfim Peixoto, na queda do avião que levava a delegação da Chapecoense.

“É uma satisfação muito grande ter sido eleito. Antes eu estava apenas cumprindo parte do mandato do presidente Delfim. Eu jamais pensei em assumir o futebol catarinense, mas Deus quis que eu viesse parar aqui. A partir de hoje trabalharei com mais afinco ainda, lutando por todos os nossos filiados, as ligas e aos clubes amadores”, disse em entrevista ao Programa Adelor Lessa.

Ele inicia o seu primeiro mandato completo já com uma missão. A CBF vai disponibilizar 16 datas para os estaduais em 2020, neste ano o Catarinense teve 18 jogos na primeira fase e mais dois duelos para o campeão e vice. Rubinho pensa que terá o apoio do novo presidente da CBF, Rogério Caboclo e citou suas metas.

“Queremos chegar ao primeiro lugar. Lógico que é muito difícil, porque tem São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Queremos subir pelo menos mais um lugar. Queremos ter mais clubes catarinenses na Série A, como já tivemos quatro. Vamos ajudar o Joinville, para que consiga voltar, porque está numa situação complicada”, destacou.

Confira a entrevista na íntegra: