Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Rua Coberta será entregue amanhã

Prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo, busca recursos para construir o percurso da gôndola
Erik Behenck
Por Erik Behenck Nova Veneza - SC, 13/06/2019 - 11:10
(foto: Erik Behenck)
(foto: Erik Behenck)

Vai ser entregue amanhã a Rua Coberta de Nova Veneza. O evento está marcado para às 18h30. A construção tem 55 metros, com iluminação, sonorização e pavimentação. Foram investidos quase R$ 435 mil na obra. O prefeito Rogério Frigo e o vice-prefeito Zé Spilere estiveram no Programa Adelor Lessa falando sobre o município.

Também nesta sexta-feira (14) começa a 14ª Festa da Gastronomia Típica Italiana. “É um povo empreendedor que gosta muito de fazer festa. Nós começamos com a de Nossa Senhora do Caravaggio, tivemos o baile de gala e amanhã tem a inauguração da Rua Coberta”, comentou o vice-prefeito.

Depois da Rua Coberta, fica como principal expectativa a construção de um percurso por onde passará a gôndola. O prefeito Frigo pensa que a obra não será tão cara, já que não serão pagas indenizações, será necessário apenas fazer as escavações. Frigo está buscando recursos para viabilizar o projeto.

“Eu acho que vai sair. Já conversamos com todos os moradores dos entornos da Rua Manoel Pederneiras. O arquiteto José Luiz Ronconi está desenvolvendo esse projeto para que no futuro a gente consiga realizar. A deputada Geovania já se colocou à disposição”, comentou.

Nova Veneza e a Casan

“Nós temos um convênio em dia. Em Nova Veneza a Casan já repassa aqueles 5%. O que nós reunimos foi a questão do atendimento e como estão as redes em Nova Veneza, eu disse para a presidente que nós precisamos de melhorias, não adianta só consertar os mesmos problemas”, disse Frigo.

Siderópolis rompeu com o consórcio e renovou com a Casan. “Eu continuo com o grupo que está tratando desses assuntos. Ficou muito claro que cada município faria o que fosse melhor para si, como aconteceu com o Alemão, que estava sem contrato com a Casan. Se a Casan não tomar previdências, nós temos que tomar”, concluiu.