Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Retrospectiva: retorno das aulas presenciais marca ano na educação

Ano encerra com mais de 70% dos alunos da rede estadual frequentando o ensino 100% presencial
Por Redação Florianópolis, SC, 30/12/2021 - 17:04
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O ano de 2021 marcou a retomada das aulas presenciais em Santa Catarina, após meses de ensino remoto como forma de reduzir o contágio da Covid-19. As escolas se adaptaram ao novo momento com a implementação inédita do ensino híbrido, modelo que alterna ensino presencial e remoto, adotado para que as escolas pudessem cumprir as medidas sanitárias. O ano encerrou com mais de 70% dos alunos da rede estadual frequentando o ensino 100% presencial, com regramentos que acompanharam a evolução da pandemia.

Enquanto isso, várias medidas foram criadas pelo Governo do Estado com objetivo de valorizar os profissionais da educação, como o reajuste salarial de 20% a 56% para todos os servidores, e remuneração mínima de R$ 5 mil para os professores com 40 horas e curso superior. Ainda houve mais de 700 escolas com melhorias na infraestrutura em 2021, entregas de milhares de equipamentos de tecnologia às escolas e investimento recorde em bolsas universitárias.

Retomada das aulas presenciais

Para garantir a segurança do retorno de alunos e professores à sala de aula, todas as escolas de Santa Catarina adotaram as medidas previstas no Plano de Contingência para a Educação (PlanCon Edu). O documento foi construído ao longo de 2020 pelo Comitê Estratégico de Retomada das Aulas Presenciais, formado por 14 entidades. O grupo se reuniu diversas vezes em 2021 para avaliar o cenário da pandemia e definir em conjunto os ajustes necessários aos regramentos nas escolas.

Como resultado, o índice de contágio nas escolas entre alunos esteve sempre abaixo de 0,2%, enquanto entre professores o número nunca ultrapassou a marca de 1%. Esse monitoramento foi criado pela Secretaria de Estado da Educação, a partir de um formulário diário preenchido pelos próprios gestores escolares, com dados atualizados em tempo real em um painel digital e interativo, incluindo dados de casos suspeitos e confirmados entre professores, estudantes e demais profissionais da rede estadual de ensino.

Vacinação antecipada e Censo da Educação Catarinense

Outra medida importante para a educação no âmbito da pandemia foi a antecipação da vacinação dos profissionais de educação, iniciada em 26 de maio. A SED coordenou a criação do Plano de Vacinação, incluindo um levantamento inédito com informações de todos os trabalhadores da categoria no estado. O “Censo da Educação Catarinense” detalhou informações de 201 mil pessoas, entre professores, técnicos, profissionais de limpeza, serviços gerais, alimentação, vigilantes e todos os demais trabalhadores que atuam na educação em Santa Catarina. O levantamento será utilizado para planejar e criar políticas públicas para qualificar a educação.

Reforço de 2,3 mil servidores para as escolas

Ao longo do ano, houve a nomeação de 795 profissionais efetivos para a educação, sendo 633 professores e 162 profissionais administrativos, que incluem Assistentes de Educação e Especialistas em Assuntos Educacionais. Também houve mais uma chamada do concurso para 1,5 mil profissionais da educação, incluindo 396 professores, 329 assistentes de educação, 343 orientadores educacionais, 368 supervisores e 64 administradores escolares. Sem contar a chamada de 59 bibliotecários, 64 psicólogos, 64 assistentes sociais e 57 nutricionistas para atuarem na rede estadual catarinense. 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito