Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Resultado do exame de idoso morto em Criciúma pode sair nesta quinta-feira

Homem de 70 anos morreu na madrugada de quarta-feira, após ser internado no Hospital São José com tosse e falta de ar, sintomas do Covid-19
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 26/03/2020 - 11:16Atualizado em 26/03/2020 - 11:25
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Pode chegar nesta quinta-feira, 26, o diagnóstico de um idoso de 70 anos, que morreu na madrugada de quarta em Criciúma, com sintomas do coronavírus. O homem foi hospitalizado no Hospital São José, com tosse e falta de ar. Foi coletado o exame para atestar ou não o Covid-19, mas o paciente morreu antes do resultado.

"Ele tinha um histórico de doenças, então se é coronavírus não dá para ter certeza. Os exames vão nos dizer, mas os sintomas eram sim do vírus", afirmou o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande

Ainda sem a confirmação se a morte foi decorrente do coronavírus, o município seguiu o protocolo como se fosse uma contaminação. "Todos os procedimentos foram feitos como se fosse coronavírus, todos os cuidados de manejo com os profissionais. Os tramites do funeral estão sendo seguidos, não teve aglomerado e com o período de sepultamento", apontou Acélio.

Se o exame da vítima der positivo, terá sido a primeira morte decorrente do Covid-19 em Santa Catarina. Na madrugada desta quinta-feira, um idoso de 86 anos, cujo exame já tinha resultado positivo, morreu em São José, sendo, até o momento, a primeira vítima confirmada. 

O posicionamento de Acélio Casagrande é de que as estratégias de combate ao vírus não se alterem com o resultado do exame, sendo positivo ou negativo.

"Nós estamos nesse alerta praticamente desde janeiro, trabalhando e preparando essa questão em Criciúma. Pensamos em leitos de UTI, reservas somente para o coronavírus. Preparamos os centros de triagem e toda a equipe está de parabéns. Se der positivo, continuaremos trabalhando da mesma forma. É a questão de prevenção, permanência de isolamento", concluiu o secretário.

Tags: coronavírus