Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Representantes da SCGÁS visitam Cocal do Sul

Prefeito Fernando de Fáveri, ao lado do vice-prefeito Érik Pereira Zeferino, conversaram nesta sexta-feira (1) com representantes da empresa que recebeu licença para conectar o gás natural
Redação
Por Redação Cocal do Sul, SC, 02/10/2021 - 13:45
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O prefeito de Cocal do Sul, Fernando de Fáveri, ao lado do vice-prefeito Érik Pereira Zeferino, receberam nesta sexta-feira (1) representantes da SCGÁS. A empresa recebeu as licenças ambientais do município com autorizações para implantação do ramal que irá atender a indústria Ômega Colorífico Cerâmico.

A ligação é importante porque faz parte do atendimento por saturação do segmento industrial na região. Além disso, a indústria Ômega atende outras cerâmicas do Sul do Estado com frita, colorífico que é usado para compor o esmalte cerâmico, principalmente para telhas cerâmicas.

O Gás Natural tem um papel fundamental para o desenvolvimento da Região Sul do Estado, considerando, principalmente, a representatividade do insumo na produção das 73 indústrias abastecidas na região, que são responsáveis por cerca de 44,6% do consumo do insumo em todo o Estado.

“A SCGÁS fará investimentos no futuro na região e nós estamos à disposição de Cocal do Sul, mandaremos gás conforme for demandado, entregaremos o gás natural aqui na Ômega o mais rápido possível”, afirma o engenheiro Ivan Rocha, que atua na Gerência de Relações Institucionais da SCGÀS.

O prefeito de Cocal do Sul frisa que este é um projeto que beneficiará toas as áreas industriais. “Teremos uma canalização de gás natural, para fomentar ainda mais as empresas, queremos que os empresários venham investir em nossa cidade, pois aqui vale a pena”, completa.

“Sabemos da necessidade de se ter o gás natural como combustível para os fornos da Ômega (hoje usamos óleo), para isso precisamos da intervenção do poder público e fomos prontamente atendidos pela administração municipal atual para que isso se tornasse realidade e hoje estamos aqui, a empresa que irá executar o trabalho irá realiza-lo”, afirma o gerente de produção da Ômega, Erotides Borges Filho.