Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Repasses ao São Donato são exclusividade no estado

Para o gerente de Saúde Fernando de Faveri, foi essa situação que pesou para a paralisação dos pagamentos
Por Erik Behenck Içara - SC, 03/05/2019 - 08:48
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

A comitiva liderada pelo prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon, esteve em Florianópolis na quinta-feira (2), em reunião com o secretário-adjunto de Saúde de Santa Catarina, André Mota Ribeiro. O contrato envolvendo o repasse de R$ 150 mil para a maternidade do Hospital São Donato foi mantido, embora deva passar por uma análise.

“O novo governo quer entender porque somente a maternidade do São Donato recebe esse incentivo e a dos outros hospitais não. Então temos que fazer a defesa, fechou a maternidade das unidades de Morro da Fumaça, Nova Veneza e agora de Lauro Müller e naquela época os prefeitos conseguiram esse recurso”, explicou o gerente Regional de Saúde de Criciúma, Fernando de Faveri.

Murialdo comentou que voltou mais tranquilo, mas não aliviado. “Se não tivesse havido essa mobilização, uma demonstração de compromisso com a região, o contrato não seria cumprido. Aquele áudio que o secretário mandou há dez dias estaria valendo”, afirmou o prefeito de Içara.

O chefe do Poder Executivo não se conforma com o secretário de Saúde, Helton Zeferino, que lhe enviou uma mensagem no WhatsApp. “Do nada circular um áudio dizendo que não reconhecia dívida alguma, até porque o contrato tem algumas cláusulas. Se houver algum problema no futuro poderá ser corrigido, mas isso é obvio, acontece com qualquer contrato”, concluiu.