Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Regra de bola na mão em situação de ataque é alterada pela FIFA

A partir de agora, apenas o autor do gol não pode levar o braço a bola
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Zurique, SUI, 05/03/2021 - 15:30
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A International Football Association Board (Ifab), que define as diretrizes das regras do futebol mundial, determinou em assembleia pela flexibilização das infrações de bola na mão, publicou a revista Veja nesta sexta-feira, 5. A medida afeta, principalmente, nas situações ofensivas: a partir de agora, nem toda bola na mão de jogador do time atacante resulta necessariamente em falta; apenas se for na mão do jogador que marcou o gol.

Em relação às situações defensivas, a associação deu um parecer para diminuir os pênaltis de bola na mão. Na avaliação da entidade, os árbitros estão muito rigorosos no que diz respeito ao "movimento antinatural do braço", citado pela FIFA para a marcação das infrações.

"Tocar a bola com a mão ou braço quando seu corpo estiver ampliado de forma antinatural, ou seja, quando a posição de sua mão ou braço não for consequência de um movimento justificável. Caso contrário, ele assumirá o risco de que o pênalti seja marcado", apontou a Ifab. As alterações entram em vigor no dia 1º de julho.

Bola na mão foi o principal ponto de polêmica no Campeonato Brasileiro de 2020, com muitos pênaltis marcados e outros não marcados, o que causou críticas de ex-árbitros e comentaristas esportivos. Anualmente, a Ifab altera as diretrizes seguidas pela FIFA sobre o assunto.