Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Quer um bom vinho? O enólogo pode te ajudar

Profissional atua na elaboração do vinho em toda a cadeia produtiva, desde o plantio da uva até a garrafa pronta para ser aberta no fim do processo
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 25/10/2020 - 10:59
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer tomar um bom vinho, mas não sabe escolher? Procure um bom enólogo que ele vai te indicar. Este profissional que é um verdadeiro especialista no universo dos vinhos tem conhecimentos que muitas pessoas que também amam bebida, um dia sonham em ter.

O Enólogo, Stevan Arcari, explicou ao Programa Ponto a Ponto, da Rádio Som Maior, que o profissional atua na elaboração do vinho em toda a cadeia produtiva, desde o plantio da uva até a garrafa pronta para ser aberta no fim do processo. “A recomendação do consumo também. Não existe um ponto específico que mostre onde acaba o trabalho do enólogo e onde começa o do sommelier, mas existem muitos enólogos que atuam como sommelier, alguns fazem o curso e outros até mesmo sem fazer o curso porque já têm a bagagem. E alguns sommeliers acabam vindo para dentro da indústria, é mais raro, mas acabam atuando na indústria geralmente com consultoria. O sommelier tem a habilidade de saber o que um consumidor espera do vinho”, salientou.

A fabricação de vinho está na família de Stevan há gerações. “O meu bisavô foi o primeiro produtor de vinho de Tangará, meu vô trabalhou com isso e meu pai ainda trabalha com isso. Até os 14 anos aprendi em casa, depois fui para o Ensino Médio e fiz enologia em paralelo e emendei a faculdade”, recordou.

Para indicar um vinho, fala Arcari, é preciso conhecer a pessoa que pediu a dica. “A gente precisa conhecer minimamente a pessoa que está pedindo porque existem muitos tipos de vinho. Quando é alguém que a gente conhece, quem é da nossa relação é mais fácil”, falou.

Ele relatou ainda que há cerca de dois anos teve início uma onda de apreciadores de vinho na região. “Teve um onda grande da cerveja artesanal recente, ainda está acontecendo este momento bacana. De uns dois anos para cá estamos percebendo na região uma onda do vinho e isso é interessante que está abrindo espaço para vários vinhos, novas possibilidades e menos preconceito com relação a determinada uva e determinado vinho”, concluiu.

Ouça a entrevista na íntegra no poddcast: