Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Próspera é usado em golpe contra jogadores

Ao menos dois atletas foram lesados. Outros clubes foram envolvidos. Denúncia foi levada à polícia
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 16/10/2020 - 18:57Atualizado em 16/10/2020 - 19:02
Estádio Mário Balsini, do Próspera / Divulgação
Estádio Mário Balsini, do Próspera / Divulgação

O Próspera foi usado por falsários para tomar dinheiro de atletas de futebol. Os golpistas fazem postagens nas redes sociais, encaminham para atletas pedindo dinheiro em troca de uma suposta garantia de transferência para o time criciumense, que jogará a Série B do Campeonato Catarinense em novembro.

"Eu acredito que em razão do muito tempo parado das competições, alguns espertalhões estão se passando por dirigentes e convidando atletas de todo o país para integrar o grupo do Paulo Baier, os caras mandam até fotos do estádio, vão mandando para esses atletas, principalmente jovens, com sonho de serem profissionais, e solicitem que eles depositem o valor de uma transferência, de federação para federação, seria contratação certa. Infelizmente eu soube de dois casos, um atleta do nordeste, outro do norte que pagaram o valor para esses criminosos", contou o presidente do Próspera, Israel Rocha Alves, em entrevista ao programa Ponto Final, na Rádio Som Maior, nesta sexta-feira, 16. "Os caras vão pegando de pouquinho em pouquinho, de R$ 1 mil em R$ 1 mil, às vezes R$ 800. Vão passando nessa média para caber no orçamento desses jogadores", destacou.

O fato foi comunicado pelo Próspera à Polícia Civil. "Contratar por DVD, por rede social não é o caminho que o Próspera adota. Pedimos a atenção. Se alguém entrar em contato dessa forma, entre em contato com as redes oficiais do clube, telefone e email do clube, para ter certeza que não está caindo em algum golpe", comentou. "Fizemos um boletim de ocorrência, entramos em contato com a Federação Catarinense de Futebol também, esse mesmo caso já teria acontecido com o Guarani de Palhoça e o Caçador, em Santa Catarina, com o Lajeadense, o Tupi e o Guarani no Rio Grande do Sul", completou.

O clube emitiu uma nota oficial no fim da tarde desta sexta tratando do assunto:

O Esporte Clube Próspera, vem a público alertar que possíveis criminosos estão tentando usar nosso prestígio e o dos nossos dirigentes para aplicar golpes. Entrando em contato e tentando extorquir dinheiro de pessoas (atletas).

Assim, afirmamos que o clube jamais compactuaria com ações dessa natureza. Nossos contatos se dão de forma oficial através do telefone: (48) 3478-6819, nosso e-mail: e.c.prospera@hotmail.com, Instagram: @e.c.prospera, Facebook: ECProspera, e equipe administrativa devidamente registrada na Associação, Federação e CBF.

Em nome do Esporte Clube Próspera e do esporte lamentamos e repudiamos essas tentativas de golpe. Ajude-nos a eliminar esses golpistas. DENUNCIE.

Atenciosamente,
E.C. Próspera.