Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Projeto da Celesc que beneficiou mais de 15 mil clientes de baixa renda é finalista do prêmio PMI

O evento de premiação ocorre no próximo dia 7 de dezembro
Por Redação Criciúma, SC, 05/12/2021 - 17:48
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O projeto  "Sou Legal, Tô Ligado", que beneficiou famílias de baixa renda com redução na conta de energia elétrica em Santa Catarina, está entre os três finalistas do prêmio PMI (Project Management Institute) de Santa Catarina - Melhores do Ano. O evento de premiação ocorre no próximo dia 7 de dezembro.

Com investimentos de R$ 22,3 milhões, o projeto foi executado ao longo de 22 meses, entre setembro de 2019 e julho deste ano No total, foram beneficiados 15.571 mil clientes em 25 cidades catarinenses.  A economia de energia obtida foi de 5.195 MWh/ano, representando um benefício anual que somou mais de R$ 3,6 milhões para as famílias participantes. A economia anual na fatura de energia de cada cliente foi de R$ 235,80. 

A iniciativa, realizada no âmbito do Programa de Eficiência Energética da empresa, consistiu em substituir equipamentos como chuveiros, lâmpadas e refrigeradores antigos - e que consomem mais energia -, por aparelhos mais novos e econômicos.

O "Sou Legal, Tô Ligado" trocou 13.750 chuveiros convencionais por chuveiros eficientes, 55 mil lâmpadas convencionais por lâmpadas bulbo LED eficientes e ainda substituiu 2.500 refrigeradores de alto consumo de energia por refrigeradores eficientes.

Além da economia de energia elétrica, os trabalhos também resultaram em redução dos gastos de água, por conta da tipicidade dos equipamentos. No total, a economia de água beneficiou 13.750 clientes, e a redução estimada foi de 16.183,23 mil litros/ano.

"Ao trabalhar com famílias de baixa renda, moradoras de áreas de vulnerabilidade social, e proporcionar a elas uma economia de energia e também de água, resultando numa economia financeira ao final do mês, estamos contribuindo com a melhoria da qualidade de vida dessas pessoas. Esse é um dos benefícios do projeto", ressalta o engenheiro eletricista Thiago Jeremias, gerente dos Programas de Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética da Celesc.

Ainda de acordo com Thiago Jeremias, além dos benefícios sociais, a economia proporcionada pela iniciativa também tem um impacto positivo no meio ambiente.

"Quando a gente olha para o projeto como um todo, estamos falando de uma economia de 5.195 MWh/ano, o que significa menos combustíveis fósseis sendo queimados nas nossas usinas, e a consequente redução das emissões de carbono", frisa. 

Para participar do projeto "Sou Legal, Tô Ligado", o consumidor precisa atender a critérios técnicos definidos pela Celesc e ser morador de uma das comunidades de baixa renda, identificadas pelo Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), além de estar em dia com o pagamento das faturas de energia. 

Esta edição, que concorre no prêmio PMI - Melhores do Ano, é a terceira, e foi realizada nas cidades de Araquari, Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Biguaçu, Blumenau, Brusque, Campo Alegre, Capivari de Baixo, Criciúma, Florianópolis, Imaruí, Lages, Laguna, Palhoça, Pescaria Brava, Ponte Alta, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, São José, Sombrio, Joinville, Timbó, Tubarão e Urubici.

Os municípios e participantes foram selecionados após avaliação de necessidade técnica e econômica, realizada por técnicos da distribuidora, preferencialmente em locais não contemplados nas edições anteriores. 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito