Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Plano de Desenvolvimento Econômico avança em Criciúma

Projeto visa garantir o desenvolvimento sustentável de setores da cidade
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 18/11/2020 - 21:59
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após um estudo aprofundado dos principais segmentos de Criciúma, o Plano de Desenvolvimento Econômico (Pedem) se conduz para versão final. A previsão para a execução da proposta é o início do próximo ano, com o apoio da Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação do Governo de Criciúma e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), responsáveis também pela criação do projeto.

O plano visa estudar, planejar e desenvolver seis eixos de Criciúma: cerâmica, moda, comércio, tecnologia, construção civil e educação, este último transversal, ou seja, perpassa todos os outros. O objetivo é analisar cada segmento para garantir o desenvolvimento econômico, ecológico e social do município.

“Nós entrevistamos todos os dirigentes de organizações civis, sindicatos e mais de 50 empresários de diversos segmentos para entendermos quais são os entraves, obstáculos e oportunidades de cada setor. E a partir disso, elaborar ações específicas para o avanço de cada área, em conjunto com o Governo Municipal”, declarou diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Criciúma, Claiton Pacheco.

Construção do projeto

O projeto vem sendo desenvolvido desde do segundo semestre de 2020. A primeira fase, que é o levantamento de demandas e a parte do diagnóstico, será finalizada ainda este ano. No ano que vem, começa a segunda fase, a de execução, que serão aplicadas ações em benefício a cada setor.

“O Pedem está indo super bem. Estamos conseguindo compreender as principais demandas de cada setor. O poder público de Criciúma também tem se mostrado preocupado e participativo com o projeto. Acredito que vamos desenvolver um excelente plano para a cidade”, contou a consultora de desenvolvimento econômico municipal do Sebrae de Santa Catarina, Claudia Bittencourt.

Participação do Sebrae

O Sebrae disponibilizou uma metodologia para a coleta de dados e tem articulado e conduzido o projeto, junto ao Governo de Criciúma.