Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Personagem Vitorino encanta crianças no lançamento de livro do Museu de Zoologia da Unesc

Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski foi a responsável por narrar a história educativa para as crianças presentes
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 25/11/2019 - 18:19Atualizado em 25/11/2019 - 18:35
Fotos: Divulgação / Unesc
Fotos: Divulgação / Unesc

A dedicação da professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski ao Museu de Zoologia da Unesc que leva seu nome deu novos frutos. O mais novo resultado de tamanho empenho ao projeto é o livro “Vitorino, a Tartaruga Vitoriosa”, lançado oficialmente na tarde desta segunda-feira, 25. Em um evento que recebeu crianças do Colégio Unesc e do Bairro da Juventude oferecendo-lhes a sensação de estar dentro do mar, Morgana apresentou a história novo personagem que faz parte do universo que ajuda o Museu a ensinar sobre educação ambiental.

A obra, que foi escrita por Morgana Cirimbelli Gaidzinski e ilustrada por Vamber Cabral sob edição da Ediunesc, tem o importante apoio da Polícia Militar Ambiental e foi distribuída gratuitamente para as crianças que lotavam o auditório Ruy Hülse.

A aluna do terceiro ano do Bairro da Juventude, Alice Mundes Fernandes, de nove anos, foi uma das crianças que se encantou com o que viu na visita à Unesc. Conforme ela, entre tantas coisas que gostou na tarde diferente que viveu na Universidade, uma lhe chamou mais a atenção. “Gostei muito do cinema”, destacou, referindo-se ao ambiente montado no Auditório para a contação da história e para o lançamento. Alice não conteve a alegria ao receber seu exemplar do livro do personagem Vitorino, compartilhando com as amigas a felicidade de ver as ilustrações e os diferenciais do livro.

Momentos gratificantes

Para a autora da obra e criadora do Museu, a tarde desta segunda-feira foi simplesmente gratificante. “Não dá para explicar a alegria de ver as crianças participando da contação da história, dedicando atenção ao momento”, apontou Morgana.

A ideia, conforme a professora, foi oferecer um ambiente alegre e lúdico, que envolvesse os pequenos no universo do meio ambiente e da cultura. “Queríamos, e acredito que conseguimos, atingir os sentimentos deles, as emoções, coisas que se alcança também com o universo da leitura e queremos passar por meio da educação ambiental”, completou.

O lançamento oficial do livro contou com a participação de representantes da Polícia Militar Ambiental, da Fundação Catarinense de Cultura, da Secretaria de Educação de Criciúma, da direção do Colégio Unesc, da diretora da Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego, da assessora do gabinete da reitoria, Tatiane Macarini e do editor-chefe da EdiUnesc, Dimas de Oliveira Estevam, entre outras autoridades e visitantes.

A história

O livro narra a história de Vitorino, uma tartaruga marinha que enfrentou inúmeros desafios ao longo de sua vida nos oceanos, mas que conseguiu vencê-los e, por isso é uma tartaruga vitoriosa.

Conforme Morgana, durante a narrativa Vitorino apresenta ao leitor as belezas do fundo do mar e também a fragilidade com que o ambiente marinho se encontra, devido aos diferentes impactos ambientais responsáveis pela perda da biodiversidade nos oceanos, como as redes de pesca, o derramamento de óleo e de esgoto doméstico, além do lixo jogado no mar. “A história de Vitorino apresenta também o ciclo de vida das tartarugas marinhas e curiosidades sobre a algumas espécies da fauna marinha como: a foca Vick, o lobo-marinho Teco, o polvo Octus e a baleia Frida”, acrescenta.

O livro aborda ainda a relação de Vitorino com o Museu de Zoologia da Unesc, desde a sua chegada, seu convívio com a equipe do Museu e suas descobertas sobre a importância do projeto na preservação da natureza por meio de suas práticas e ações educativas.

Vitorino acaba se tornando um personagem do Museu, e até é o porta-voz dos animais marinhos estabelecendo uma relação de interação com os visitantes levando de forma lúdica e divertida a mensagem do Museu de preservação e respeito à vida.