Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Payroll positivo nos EUA deverá impactar economia brasileira

Indicador norte-americano surpreendeu ao apresentar 4,8 milhões de novos empregos
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 02/07/2020 - 15:44Atualizado em 02/07/2020 - 15:46
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Os Estados Unidos adiantaram o Payroll, indicador que apresenta a força de trabalho norte-americana e mede quantas pessoas estão empregadas e assalariadas no país, para esta quinta-feira, 2, e os resultados positivos devem impactar na economia mundial - inclusive no Brasil. Com a expectativa de que 3,23 milhões de novos empregos fossem criados no país, o indicador surprendeu ao apontar para novos 4,8 milhões.

A questão é que, por mais que o mercado norte-americano esteja em alta, isso não significa que a bolsa brasileria também estará. "O mercado americano, maior economia do mundo, estar muito forte pode fazer com que os investidores globais levem mais dinheiro pro mercado americano, é muito maior o risco do Brasil do que para os EUA", destacou o economista Gustavo Guarnieri.

O prejuízo para o Brasil pode se dar por conta de que o país corre muito mais riscos em investimentos do que outros países. Dessa forma, para grandes investidores internacionais, faz mais sentido tirar o dinheiro que está aqui e levar diretamente ao mercado americano - já que este está tendo resultados mais positivos.

"O Brasil também tem outro agravamento que é um pouco da crise política e o coroanvírus, ao contrário dos outros países, que já estão controlados, enquanto aqui aumenta bastante o número de casos", pontuou Guarnieri.

Petróleo e minérios

O que pode acabar gerando uma alta na bolsa brasileira são as empresas ligadas ao petróleo e minérios, como Petrobras e a Vale. Isso porque a estimativa norte-americana dos recursos acabou ficando abaixo do esperado, o que pode render uma procura maior pelas empresas brasileiras do segmento.

"Empresas importadoras, tanto de petróleo quanto minério, são empresas representativas na bolsa brasileira. Vai ter uma representatividade e subir um pouco, mas não é o único ponto para levantar a bolsa para cima. Vai ter um impacto positivo, porque terá demanda, mas não será o único", disse Gustavo.