Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Paulinho Bornhausen afirma que Carlos Moisés não cabe no Podemos

Confira um dos entrevistados do quadro Plenário desta quinta-feira, 11
Letícia Ortolan
Por Letícia Ortolan Florianópolis - SC, 11/11/2021 - 08:08Atualizado em 11/11/2021 - 08:08
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

O ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, se filiou ao Podemos nesta quarta-feira, 10. O ato oficial aconteceu em Brasília e o objetivo do político é se candidatar a Presidente da República nas eleições de 2022. O Programa Adelor Lessa desta quinta-feira, 11, por meio do quadro Plenário, trouxe como um dos seus entrevistados o presidente do partido em Santa Catarina, Paulinho Bornhausen. 
 

Moro traz na sua fala política, o combate à pobreza no país (através da implantação de programas sociais), a corrupção e a despolarização entre Lula e Bolsonaro. “Estamos em um bom momento para o debate, o país está precisando sair dessa polarização e trazer mais esperança ao brasileiro. Estamos vivendo uma crise econômica", disse Paulinho.
 
Questionado pelo jornalista que participa do quadro, Upiara Boschi, sobre uma possível entrada de Carlos Moisés ao partido no estado, Bornhausen respondeu:  “Não existe essa possibilidade. Moro não tem nada contra o governo dele, mas não merece ser reelito”, completando que “estamos amadurecendo e vendo quem será o candidato a governador do Estado, Santa Catarina em primeiro lugar pra mim mas ainda temos que sair desse momento difícil" .