Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Pasta de dente cura queimaduras?

Confira seis mitos e verdades sobre a pele neste Dezembro Laranja
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 14/12/2017 - 13:11Atualizado em 14/12/2017 - 13:35

Alertar para prevenção do câncer de pele é o principal foco do Dezembro Laranja. A pele é o maior órgão do corpo humano e existem muitas informações e crenças que circulam sobre ela que causam desconfianças e geram questionamentos. Confira a seguir, seis mitos e verdades sobre a pele:

Bronzeamento pode causar câncer de pele.

VERDADE: A exposição prolongada ao sol e, consequentemente aos raios ultravioletas, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), pode provocar o aumento de manchas, aparecimento de rugas, envelhecimento precoce e o aparecimento de câncer de pele a longo prazo.

Já no caso do bronzeamento artificial, o risco de câncer é duas vezes maior do que tomar sol no período mais forte do dia. Segundo estudo divulgado pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC), o bronzeamento artificial aumenta em 75% o risco do desenvolvimento de melanoma em pessoas que se submetem ao procedimento até os 35 anos de idade

Pasta de dente cura queimaduras.

MITO: Apesar de dar uma sensação de alívio, já que tem efeito refrescante a pasta de dentes não deve ser usada em queimaduras. Isso porque, além de não resolver o problema, ela também pode desencadear irritações, alergias ou infecções na pele. O ideal após se queimar é colocar o local ferido em água corrente durante 15 minutos.

 

A única causa do câncer de pele é a exposição ao sol.

MITO- Apesar do sol ser o principal causador de câncer de pele, ele não é o único responsável pelo aparecimento da doença. O câncer de pele é provocado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele, de acordo com a SBD. Existem fatores que podem ser agravantes para o aparecimento do câncer como histórico familiar, idade (pessoas acima dos 40 anos tem maior chances) e aspecto da pele (pessoas com pele e olhos claros são mais vulneráveis).

Bronzeador não protege a pele

VERDADE- Como o próprio nome já diz a única função do bronzeador é bronzear, então o produto não fornece proteção contra os raios UVs. Sendo assim, o ideal ao decidir pegar um bronzeado é passar o protetor solar antes do bronzeador.

Acima de FPS 15 os filtros solares são iguais.

MITO- Quando maior o Fator de Proteção Solar, mais intenso é o resultado. Ou seja, com filtro solar FPS 15 a pele leva um tempo 15 vezes maior para queimar do que sem proteção. Pessoas com pele sensível, como idosos, crianças ou com pele muito clara podem usar o fator 30. Mas estudos apontam que o FPS 15 é seguro para proteção diária, pois já evita queimaduras.

Pessoas negras não tem câncer de pele.

MITO- Apesar de a incidência do câncer de pele ser menor em pessoas de pele negra, isso não significa que elas estão totalmente seguras contra a doença. Pior que isso: em geral, os tumores em pessoas negras são graves devido ao diagnóstico tardio, o que gera uma taxa de mortalidade muito mais alta.

Para mais informações sobre como se prevenir do câncer de pele e outras curiosidades, se ligue na campanha Viva Mais Dezembro Laranja da rádio Som Maior FM e do 4oito